Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

O que ver e fazer em Cortina D’Ampezzo

Veja o que ver e fazer em Cortina D’Ampezzo, chamada de pérola das Dolomitas.  A cidade é um famoso centro turístico das Dolomitas em que a natureza predomina todo o seu espaço, já que ela é cercada por montanhas belíssimas, que encantam à primeira vista.

Seja no inverno ou no verão há muito o que fazer em Cortina D’Ampezzo. Prova disso, é que esse é o lugar turístico mais importante da região de Belluno.

Introdução

Os arqueólogos descobriram os primeiros assentamentos na região de Cortina d’Ampezzo que datam do Mesolítico. Durante o período do Império Romano, este território fazia parte da Gália Cisalpina. Quando Carlos Magno introduziu a regra da herança de terras, o período de feudalismo começou nesta região. Na década de 20 do século XV, os assentamentos de Cadore e Ampezzo finalmente obtiveram sua tão esperada autonomia. A vila tornou-se parte da República de Veneza. Os primeiros fãs de esqui de montanha da Inglaterra apareceram na terra de Cortina d’Ampezzo no início do século XX.
Quando o famoso montanhista austríaco Paul Grohmann visitou a área em 1862, muitas pessoas descobriram Cortina d’Ampezzo. A popularidade da cidade continuava crescendo ano após ano, e o número de turistas também crescia. No entanto, Cortina d’Ampezzo alcançou verdadeira popularidade no final dos anos 30 do século XX. O esqui alpino estava se desenvolvendo ativamente naquela época. Para tornar a cidade mais confortável para os hóspedes, as autoridades locais investiram muito dinheiro no desenvolvimento de infraestrutura.

Cheia de paisagens exuberantes com as florestas intactas e com uma variedade de cores, descobrir essa área natural é uma grande surpresa e uma mudança de ares para quem está acostumado a vida urbana.

Com uma concentração impressionante de montanhas, a Cortina D’Ampezzo é uma visão única que só se compara aos resorts dos Alpes Suíços. Porém há quem diga que essa região é ainda melhor.

Muito famosa pelas estações de esqui, esse é o lugar ideal para começar a praticar esse esporte, já que a vista descendo as montanhas irão te deixar de boca aberta.

Por isso, se estiver pensando em visitar esse lugar, já prepare o seu casaco térmico. As temperaturas podem chegar a menos 0ºC, mas no verão elas ficam entre 15º C e 20ºC.

E agora que você já sabe um pouco da história que faz esse um lugar único no mundo e, principalmente, na Itália, vamos entender o que há para fazer em Cortina D’Ampezzo? Acompanhe o conteúdo a seguir e saiba mais.

Rainha dos esportes ao ar livre? Entenda

Você sabia que a Cortina D’Ampezzo é conhecida como a rainha dos esportes ao livre durante as estações mais frias e a rainha do glamour durante o verão? Pois essa é uma característica que você pode pôr à prova assim que chegar.

Famosa por ser a sede de várias competições internacionais, como os Jogos Olímpicos de Inverno de 1956. Em 2021, sediou a Copa do Mundo de Esqui Alpino e em 2026 será novamente a sede da versão de inverno dos Jogos Olímpicos.

É nesse lugar que você encontra a maior área de esqui do mundo, a Supereski Dolomita, além de outros locais, como a Faloria e Tofana, que são muito populares aos amantes desse esporte.

Inclusive, se você quiser diversificar as atividades que deseja fazer em Cortina D’Ampezzo, uma das opções é se aventurar nos 120 quilômetros de trilha que esse lugar tem à disposição.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

Intensa no verão e no inverno

A alta temporada em Cortina significa inverno e verão : nesses períodos, hotéis e apartamentos lotam até que a população passa de aproximadamente 4.000 habitantes para 30-40000 pessoas.

Os períodos mais movimentados são:

  • Por volta de 8 de dezembro, feriado religioso na Itália
  • Depois do Natal até 6 de janeiro, férias normais da escola e da empresa
  • Semana de carnaval em fevereiro
  • Fins de semana até a Páscoa (março ou abril)
  • Julho e agosto
  • A semana por volta de 15 de agosto, quando muitas empresas italianas fecham por alguns dias e todo o país sai de férias

Na alta temporada há muitos eventos, exposições e shows, bares e restaurantes ficam lotados, as ruas são movimentadas e cheias de vida. Infelizmente, isso também significa que os estacionamentos estão lotados e há filas em trilhas para caminhadas e pistas de esqui.

Durante a baixa temporada , especialmente em outubro-novembro e abril-maio, muitos hotéis, restaurantes e infraestruturas estão fechados. Isso pode limitar algumas atividades, mas também permite esquiar ou fazer caminhadas em paz.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

O que fazer em Cortina D’Ampezzo no verão e no inverno

Assim como o seu nome sugere, a Cortina D’Ampezzo é um lugar cheio de charme, que encanta qualquer um, ainda mais se for apaixonado pelas paisagens dos Alpes: montanhas cheias de gelo.

Cheia de cultura e tradição há muito o que fazer em Cortina D’Ampezzo, como experimentar as suas iguarias locais, que você só encontra nessa parte da Itália.

A beleza natural da área ao redor da cidade tornou-a um local de filmagem popular – filmes como Cliffhanger, The Pink Panther e 007 – For Your Eyes Only foram todos filmados nos arredores de Cortina.

Mas para você entender melhor a importância e a imponência que esse lugar tem, que não encanta somente aos turistas, mas também aos italianos, confira abaixo 7 locais, que não podem estar fora do seu roteiro de viagens.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

1 – Passear pelo Corso Italia

A rua principal da cidade, Corso Italia, é o ponto de encontro da Cortina. O Corso é o coração pulsante da Rainha das Dolomitas com as suas boutiques, lojas luxuosas e o ar inimitável de estilo e elegância que se respira ao longo da avenida.

Além das lojas de alta costura, a Corso Italia oferece a oportunidade de comprar artesanato local, equipamentos de montanha e comidas típicas da região. Existem também cafés, restaurantes, bares e pastelarias onde se pode deliciar com um café e um chocolate quente.

La Cooperativa é um bom lugar para começar sua viagem de compras em Cortina – é uma loja de departamentos vagamente retrô, que vende todos os tipos de coisas, de artigos de papelaria a lembranças e equipamentos de esqui, e até tinta (por que não). Se você é um amante da moda, vá até Franz Kraler , a melhor boutique da Cortina – este é o lugar para encontrar roupas e acessórios de estilistas famosos como Prada, Fendi, Dolce e Gabbana e similares.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

2 – Visitar a Igreja dos Santos Filipe e Tiago

Um dos pontos turísticos mais conhecidos de Cortina, a Basílica dedicada aos Santos Filipe e Tiago está localizada no centro da cidade, a poucos passos do Corso Italia. A igreja foi construída entre 1769 e 1775.

No interior, você pode admirar as pinturas fantásticas que retratam o martírio de São Tiago, o martírio de São Filipe e a expulsão dos mercadores do templo. O edifício é embelezado pela majestosa torre do sino da Basílica, que se tornou o símbolo de Cortina d’Ampezzo. Foi erguido em 1858 pelo arquiteto Silvestro Franceschi sobre as cinzas da antiga torre sineira. A torre de 71 metros de altura, abriga seis sinos lançados pelo famoso fundador do sino, Grassmayr, de Innsbruck.

Em sua fachada você encontrará ainda mais detalhes impressionantes, já que é possível ver dois nichos com as estátuas dos dois santos ao qual a igreja é dedicada, Filipe e Tiago.

Outra igreja encantadora é pequena Igreja de San Francesco, uma das mais antigas da região.

3 – Monumento do Guia Angelo Dibona

Perto da Igreja dos Santos Filipe e Tiago, você poderá ver várias lojas de artesanatos e uma praça, que é palco de diversos eventos e atividades que acontecem em Cortina D’Ampezzo.

Inclusive é nesse local que estão algumas obras artísticas originais de Ampezzo e uma obra de arte que tem sido conservado durante muitos séculos, o famoso Monumento do Guia Angelo Dibona.

Um busto em bronze que homenageia o alpinista austro-húngaro e italiano, que foi um dos grandes pioneiros nas escaladas realizadas nas Dolomitas. E ainda é considerado o responsável pelas primeiras subidos nos Alpes.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

4 – Museo etnografico “Regole d’Ampezzo”

Bem próximo da Igreja dos Santos Filipe e Tiago e, consequentemente da praça do Monumento do Guia Angelo Gibona está o Museo etnografico “Regole d’Ampezzo”.

Instalado na antiga serraria restaurada em “estilo veneziano”, que explorava o movimento hidráulico do riacho Boite. Aqui estão expostos objetos da vida cotidiana, camponesa e pastoril de um passado não tão distante: objetos da religiosidade popular, testemunhos artísticos, ferramentas agrícolas, técnicas de processamento de materiais e roupas típicas deste vale, que são expostos na maioria das vezes.

Esse é um museu que guarda as tradições folclóricas locais. Por isso, ele é dividido em três seções em seu interior: formações rochosas das Dolomitas, artesanatos e tradições de Ampezzo.

5 – Volte no tempo no Museo Della Grande Guerra 1914 a 1918

Cortina estava localizada bem na linha de frente entre a Áustria e a Itália na Primeira Guerra Mundial, e foi um dos locais onde a luta foi mais violenta, especialmente durante a primeira parte do conflito.

Em memória desses trágicos acontecimentos, foi criado o maior museu da Primeira Guerra Mundial, composto pelos museus ao ar livre de Lagazuoi, 5 Torri, Sasso di Stria e o museu do Forte Tre Sassi.

O mais interessante é o Museo all’Aperto delle 5 Torri , um museu a céu aberto localizado nas proximidades dos famosos picos Cinque Torri, no antiga localização do quartel-general do Exército italiano durante a guerra. Os visitantes podem seguir uma série de trilhas que os levam a valas, passarelas e pontos de observação – toda a experiência dura cerca de duas horas , com vistas maravilhosas ao redor.

Uma alternativa, é ir ao Museo della Grande Guerra, localizado em um forte militar reconvertido não muito longe de Cortina. O museu  apresenta histórias de guerra do ponto de vista de pessoas ‘comuns’ – soldados e civis.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

6 – Pegue o teleférico Cortina para apreciar a vista

Adivinha – você não precisa ser um esquiador para andar nos teleféricos de Cortina!Você pode simplesmente saltar para uma escapadela rápida à tarde, ou para um almoço ou uma bebida “com vista”.

teleférico Freccia del Cielo é perfeito para isso. Se você descer na primeira parada, há um quiosque e um pequeno restaurante que serve bebidas, sanduíches e pratos quentes, mas recomendamos ir até o topo – Capanna Ra Valles não tem apenas uma das melhores esplanadas dos Alpes, também é a pizzaria mais alta das Dolomitas!

Se você for a Capanna Ra Valles, não deixe de experimentar o Bombardino , a bebida icônica das pistas de esqui italianas – uma mistura de rum e licor de ovo coberto com um giro de chantilly. Se precisar de um pontapé extra pode optar pelo Calimero , a mesma coisa mas com um expresso!

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

7 – Aprecie a beleza do Museu de Arte Moderna Mario Rimoldi

Faça uma pausa das belezas externas para apreciar um pouco da beleza dentro do Museu de Arte Moderna Mario Rimoldi. Inaugurada oficialmente em 1974, esta coleção atrai artistas locais e internacionais do século XX nas áreas de experimental, neo-vanguarda e abstracionismo.

Ele abriga mais de 800 obras dos principais pintores italianos do século XX: Campigli, Carrà, Cascella, de Chirico, de Pisis, Guttuso, Morandi, Mušič, Savinio, Severini, Sironi, Tomea e muitos outros. Também acolhe inúmeras exposições temporárias sobre vários temas.

O museu está aberto durante o verão e outono de 24 de junho a 15 de outubro. Cuidado para vir durante o horário de funcionamento das 10h30 às 12h30 ou das 16h às 20h.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

8 – Cortina D’Ampezzo com crianças:

Existem várias áreas para crianças em Cortina d’Ampezzo.
No inverno: Essas zonas têm rotas de esqui exclusivamente adequadas para iniciantes. As zonas infantis ficam especialmente fofas com numerosas figuras de personagens de desenhos animados populares e contos de fadas. Se seu filho nunca experimentou esquiar antes, você pode matriculá-lo em uma escola especial aberta no resort. Existem também jardins de infância com animadores profissionais. Eles irão explicar e mostrar como esquiar corretamente. Como todas as aulas são semelhantes a jogos interessantes, as crianças não se sentem entediadas.

Aqui estão as áreas onde a família se sentirá mimada e satisfeita e onde encontrará todo o tipo de respostas de acordo com as suas necessidades:

No verão: Além das trilhas de esqui usuais, há muitas colinas adequadas para atividades familiares emocionantes como o tobogã. Aliás, o turista não precisa se preocupar com nenhum equipamento. Eles sempre podem alugar tudo o que precisam. As crianças nunca se cansam em Cortina d’Ampezzo porque uma equipe de animadores talentosos trabalha nos resorts todos os dias. Muitos hotéis têm quartos para crianças com atrações e brinquedos interessantes. Resumindo, sempre há algo divertido para as crianças.
  • O parque infantil situado na área de Tofane é uma joia colocada em uma posição privilegiada, com uma vista panorâmica da rainha das Dolomitas. Aqui você encontrará balanços e escorregadores, um percurso de equilíbrio em trampolins, uma pista gigante para mármores de madeira e a nova “Pista Tubby”, uma atividade emocionante para jovens e idosos.
  • Além do playground, não deixe de conhecer o Baby Ranch Dolomiti e o Baby Farm para ensinar as crianças a respeitar os animais, seu habitat e quem sabe aprender a andar de pônei ou no condado, os maiores cavalos do mundo.
  • Para quem procura uma área familiar, Auronzo di Cadore é o local ideal. O Fun Bob mais longo da Europa conta com uma corrida de 3 km e é a atração mais popular e divertida do verão e o Compreensório da área de Monte Agudo.
    Depois de tomar o teleférico chega-se ao topo, de onde, depois de tomar posse do pêndulo, basta empurrar a alavanca para a frente e deixar-se levar pela diversão. A rota serpenteia por retas, curvas fechadas e curvas espetaculares ao longo do que são as pistas de esqui no inverno.
  • Na área adjacente aos teleféricos está o Tre Cime Adventure Park: um parque equipado que oferece cinco rotas aéreas, em diferentes alturas, para o desejo de aventura de visitantes de todas as idades. Para os mais pequenos (3-5 anos) existe uma via lúdica dedicada a eles.
Com atividades no verão e no invernoCortina Adrenalin, um complexo de entretenimento popular, está localizado não muito longe da parte central da cidade. Este é um verdadeiro parque de aventura com treze teleféricos projetados para crianças. Além disso, existem desafios interessantes e outras diversões não menos emocionantes que são sempre muito interessantes e emocionantes. O parque é adequado para crianças de diferentes idades. Além disso, o nível de treinamento físico também não é importante. Mesmo as crianças pequenas podem encontrar um teleférico adequado.

9 – Caminhadas, trekking, bike, escalada..

Se você não pode ou não quer esquiar, não tenha medo – ainda há muitas coisas para fazer em Cortina! Caminhar por Cortina é maravilhoso, mesmo no verão e no inverno!

Cortina oferece mais de 400 quilômetros de trilhas sinalizadas e trilhas para caminhadas por prados e florestas, chalés de montanha e lagos alpinos. Existem trilhos de todas as dificuldades e comprimentos, tornando Cortina um destino ideal tanto para caminhantes bem treinados como para quem pretende desfrutar de passeios tranquilos admirando vistas deslumbrantes. Além disso, você pode passar uma noite em uma das muitas cabanas de montanha, uma experiência maravilhosa e única!

Uma das trilhas mais bonitas das Dolomitas é a caminhada até o Lago Sorapis : situado atrás do monte Sorapis, suas águas azul-claras têm uma sensação um tanto estranha. Que satisfação, depois de uma longa caminhada! Outras caminhadas impressionantes são os túneis do Lagazuoi, o anel da Croda do Lago e as trilhas de Tofana. Para mais opções veja aqui.

No verão:

  • você pode pagar pelo Trekking Pass: Muitos elevadores estão abertos na temporada de verão, e o TRekking Pass dá acesso a todos os teleféricos e teleféricos de Cortina, bem como aos ônibus da cidade por meio de um único cartão.
  • Os amantes do Mountain Bike (MTB) também adoram Cortina d’Ampezzo, com diversão e emoções garantidas por pelo menos 16 trilhas de bicicleta adequadas para famílias e entusiastas de BTT. Para aqueles viciados em ciclismo downhill, um Passe de Bicicleta está disponível para permitir que as bicicletas subam em elevadores.
  • Mesmo as rotas mais desafiadoras e destinos ambiciosos tornam-se acessíveis a todos, graças à E-Bike. Os alugueres de bicicletas em Cortina d’Ampezzo disponibilizam inúmeros BTT elétricos de última geração.
  • Você sabe o que é via ferrata ? É uma trilha estreita com um cabo de metal perfurado na lateral da montanha: você precisa usar pelo menos um capacete, um arnês em volta dos quadris e conectar ao cabo com um mosquetão. Algumas via ferrata são relativamente fáceis e você pode fazer por conta própria, como a caminhada até a Cachoeira dos Fanes; outros são mais difíceis, então você deve contratar um guia.

Inverno:

Este slideshow necessita de JavaScript.

    • Passeio de moto de neve: este é um passeio incrível para quem não se sente tão aventureiro, porque qualquer pessoa pode guiar (maior de 18 anos), não precisa de uma “carteira”, o instrutor te ensina em 5/10 min e vai pelas trilhas com você. Portanto você podera desfrutar das vistas panorâmicas sem ter que esquiar ou fazer trekking 😉. Eu fiz, amei e contei aqui – Passeio de moto de neve nas Dolomitas
    • Ciaspolata – caminhada com raquete: Caminhadas agradáveis ​​e encantadoras, em cenários de beleza panorâmica de tirar o fôlego. Trilhas preparadas para caminhadas com raquetes de neve (Ciaspole) ou sem raquetes de neve, que levam aos melhores mirantes do vale do Ampezzo, com lagos gelados, bosques verdejantes e excelentes receitas locais para serem saboreadas nas aconchegantes pousadas de alta altitude. Veja opções aqui gratuitamente, porém indicamos sempre o acompanhamento de um guia esperto, pois quem não está acostumado, pode precisar de orientação. Podemos organizar para você!
    • Giau Pass: Para o seu primeiro gostinho de aventura, a primeira escolha é o Giau Pass. O Giau Pass é uma montanha alpina que une Colle Santa Lucia e Cortina d’Ampezzo. As encostas íngremes podem ser desafiadoras, mas o cenário, que já apareceu em vários filmes, vale o esforço.
    • Mushing Sleddog – trenó com cachorros – No total de até 2 horas de atividade planejada os Cachorros, devidamente arreados e presos à sua frente por uma guia presa a um cinto na cintura de cada participante, tornam-se seus afetuosos companheiros caminhantes, além de pacientes e inseparáveis ​​personal trainers que os guiarão na na sua frente. Esta atividade é indicada para qualquer pessoa com um mínimo de condicionamento físico, a partir dos 5 anos de idade e permite estabelecer uma relação fantástica com os Cães de Trenó. Podemos organizar para você!
    • Fat Biking – bike de neve: As bicicletas de neve têm pneus especiais e mais grossos para serem usados ​​na neve, proporcionando uma maneira divertida de continuar pedalando mesmo no inverno nevoso das Dolomitas. Alugue uma bicicleta em uma das muitas lojas de Cortina d’Ampezzo e experimente a área de Col Gallina, com itinerários dedicados com magnatas e curvas desafiadoras. Podemos organizar para você!

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

10 – Patinar no gelo

 Patinação no gelo é uma das atividades mais subestimadas em Cortina. O Estádio de Gelo é uma das infraestruturas construídas para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1956. Foi reformado há cerca de 20 anos com a adição de um telhado, agora a pista de gelo está coberta em caso de mau tempo.

Durante o inverno e o verão, o Estádio de Gelo fica aberto ao público algumas horas pela manhã e à tarde (fecham para o almoço): alugue uns patins ou traga os seus e divirta-se! Se você deseja aprender ou melhorar sua técnica, reserve um professor para uma aula curta de 20 minutos. Você notará a diferença imediatamente! Encontre mais informações aqui .

Além da pista de gelo, há também um bar, um parque infantil, sauna um campinho de golfe e vários vestiários. No verão é aberta a Ice Disco Dance (discoteca no gelo!). O Estádio de Gelo também é palco de partidas de hóquei e de patinação artística: fique de olho no calendário!

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

11 – Lindos lagos em Cortina d’Ampezzo

Existem muitos lagos lindos em Cortina! É possível ir a pé ou de carro, e geralmente há um restaurante ou cafeteria para fazer um lanche. Eu aconselho fazer este passeio no verão, outono ou na primavera, porque no Inverno os lagos estão congelados!

  • Lago di Misurina, o maior lago perto de Cortina nas Dolomitas – A lenda conta que o lago nasceu das lágrimas do rei Sorapiss, que perdeu sua amada filha Misurina. O lago Misurina é o maior lago das Dolomitas. Um dos passatempos mais românticos para moradores e turistas é dar um passeio preguiçoso ao redor do lago. O Lago Misurina fica a apenas 9,6 km de Cortina d’Ampezzo de carro. Se você é bem treinado e adora fazer caminhadas, por que não chegar a pé?
  • Lago del Sorapiss, localizado no maciço de Sorapiss. Cercado pelas rochas calcárias brancas das Dolomitas, as águas azuis em forma de lagoa do Lago Sorapiss podem realmente tirar o fôlego. Nenhum carro é permitido na área do lago. A melhor maneira de chegar à lagoa como o Lago Sorapiss é caminhando pela trilha 215 do Passo Tre Croci.Cercado pelas rochas calcárias brancas das Dolomitas, as águas azuis em forma de lagoa do Lago Sorapiss podem realmente tirar o fôlego. Nenhum carro é permitido na área do lago. A melhor maneira de chegar à lagoa como o Lago Sorapiss é caminhando pela trilha 215 do Passo Tre Croci.
  • Lago di Lagazuoi, lago de origem glacial no Armentarola, no qual se refletem a Torre del Lago e a parede Scotoni.
  • Laghetto del Giavo
  • Lago di Landro
  • Laghi di Rudo, são dois lagos que estão localizados no Alpe di Rudo. O Lago Rudo de Sora é bastante pantanoso e está localizado perto do refúgio Sennes. O lago de Rudo di Sote está localizado perto do Refúgio Alba
  • Laghi di Fosses e Ra Remeda
  • Laghetti di Bain de Dones e di Limedes. O primeiro está localizado no início da telecadeira Cinque Torri, é um interessante sítio natural pela presença de uma vegetação particular e porque oferece abrigo a numerosos anfíbios. O segundo está sempre localizado na área de Cinque Torri. É um lago glacial, de águas frias, que desaparece no verão … um lindo lago nas Dolomitas cujas águas podem ser verdes ou … rosadas. Como pode ser? É apenas o resultado da superfície do lago refletindo os picos circundantes das Dolomitas durante o claro pôr do sol na primavera. Se você pretende parar por aí e jantar nas margens do lago, é melhor trazer um pouco de repelente de mosquitos. A melhor maneira de chegar ao Lago Limides é estacionar no estacionamento do Passo Flazarego e seguir a sinalização da pista 441.
  • Lago di Federa, é um destino popular de verão e inverno, imerso em paz e silêncio. Junto à lagoa fica o refúgio da Croda da Lago, no verão, nas horas mais quentes, pode-se nadar. A melhor maneira de chegar ao Lago Federa é seguir a indicação da trilha para Sella Croda da Lago do Passo Giau. O reflexo dos picos próximos é saída direto de um conto de fadas.
  • Lago Ghedina, está localizado na estrada para Passo Falzarego, a 3 km de Cortina. Acessível de carro.
  • Sorgenti e Laghi di Rufiedo na Croda Rossa, são caracterizados pela força impetuosa do riacho que deságua nas águas dos lagos.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

12 – Relaxando em um spa

Muitos dos hotéis de Cortina possuem uma área de bem-estar, na maioria das vezes aberta ao público, para oferecer aos hóspedes e visitantes um espaço de descanso. Desfrute de um momento para si mesmo em áreas dedicadas ao seu bem-estar, onde profissionais qualificados o ajudarão a relaxar e simplesmente se sentir bem.
Cortina oferece aos seus hóspedes instalações e tratamentos modernos e confortáveis ​​para que todos possam desfrutar de umas férias dedicadas ao bem-estar físico e mental.

Não perca a banheira de hidromassagem ao ar livre a lenha (entre em contato que reservamos pra você). Desfrute de um mergulho longo e quente enquanto bebe champanhe sob um céu estrelado, com as majestosas Dolomitas como pano de fundo.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

13 – No inverno: Pistas de Esqui

Agora, se você quiser fugir desses pontos turísticos e já começar a esquiar, a dica é ir direto para as Pistas. Lá é possível encontrar uma área completamente encantadora, e que vai te impressionar se gosta desse esporte.
No momento, Cortina d’Ampezzo tem um total de 140 quilômetros de pistas de esqui, distribuídos em mais de 90 pistas. Para chegar até elas, os turistas podem usar teleféricos de diferentes tipos. Ainda é possível encontrar 4 bondinhos, 27 teleféricos para agradar mesmo aquela pessoa que já está acostumado às pistas de esqui, já que ela é uma das maiores do mundo.
Por conta da sua magnitude, há vários níveis de dificuldade para que qualquer pessoa possa aproveitar a pista – Leia este texto para compreender os níveis. Naturalmente, existem áreas de esqui pretas, mas seu número não é grande.
Também é possível esquiar à noite. É o momento em que é possível sentir-se unido à natureza e desfrutar do esqui sem muitas pessoas nas pistas. Além do esqui, os turistas podem experimentar o bobsleigh e os saltos de esqui ou visitar um grande Estádio de gelo que possui uma grande pista de patinação no gelo. Você gosta de snowboard? Você deve visitar um parque especial para snowboarders ou half-pipe.

Ficou interessado? Então, acesso o site oficial da Pista de Ampezzo e veja os mapas da área e as condições de abertura e fechamento do local.

Cortina D'Ampezzo - Vêneto - Itália

DICAS DE OURO:

Cortina d’Ampezzo faz parte do complexo Dolomiti Superski , a maior área de esqui do mundo com 1200 km de pistas – e se você somar todas as pistas localizadas nas imediações de Cortina, você chegará a um total de 140 km divididos entre mais de 90 pistas diferentes, que vão desde colinas leves até encostas arrepiantes da Copa do Mundo. Isso é muito esqui, definitivamente o suficiente para preencher uma ou duas semanas!

  • Se for um novato, as pistas mais fáceis encontram-se na zona de Tofana – a pista de Socrepes é onde muitas crianças, tanto locais como turistas, aprenderam a esquiar pela primeira vez.
  • Se você já está familiarizado com o básico do esqui, recomendamos pegar o teleférico Freccia del Cielo e seguir para Col Drusciè (a primeira parada) – # 40 é uma linda e longa pista azul com vistas panorâmicas, que você pode seguir todos caminho até Cortina, se assim o desejar.
  • Como alternativa, faça um passeio de teleférico até Ra Valles , um dos melhores pontos panorâmicos , com pistas mais deslumbrantes para esquiar!
  • Se tem mais do que um dia a esquiar em Cortina e já está confiante com os seus esquis, porque não dirigir-se a Faloria – as pistas são principalmente vermelhas e pretas, mas disseram-nos que as vistas são imbatíveis! Como benefício adicional, o teleférico para Faloria parte a apenas algumas centenas de metros do centro de Cortina.
  • Outra opção para um dia de esqui em Cortina é a área de Falzarego / Cinque Torri – fica um pouco mais longe do centro de Cortina em comparação com Faloria e Tofana, mas os picos de Cinque Torri valem o desvio!

14 – No verão:

No verão em Cortina d’Ampezzo você pode praticar diversos esportes como patinação no gelo, caminhadas em trilhas, tênis, golfe, passeios a cavalo, canyoning … E também muitas atividades para as crianças e o Adventure Park. Praticamente tudo que ja citamos acima, por isso reafirmo mais uma vez que Cortina é uma ótima opção SEMPRE, de aventureiros esportistas, à famílias, sempre há opção de diversão. Para quem quer relaxar, não faltam spas. Os amantes da cultura encontrarão exposições e museus para visitar.

🏷 Guia Prático

Além de ter muito o que fazer em Cortina D’Ampezzo, esse é um lugar belíssimo com paisagens totalmente conservadas, ou seja, sem a ação do homem.

Assim, se você gostou dessas montanhas de Dolomitas, que tal deixar a viagem ainda mais prazerosa sem ter que se preocupar em como chegar até a Cortina D’Ampezzo? No TourNaItalia.com, você consegue. Nós oferecemos um serviço de motorista particular para te levar até esse lugar exuberante da Itália. Assim, não deixe de acessar o nosso site para conferir os tours que realizamos pelas principais cidades do Vêneto!

Eventos

A seguir estão os principais eventos culturais e esportivos que acontecem no município:

  • Cortina-Dobbiaco, uma das etapas mais famosas do Tour de ski
  • Copa do Mundo de Esqui Alpino Feminino, por quase vinte anos na famosa encosta “Olympia” do Tofana
  • Una Montagna di Libri, a conhecida série de encontros com o autor que acontecem de Natal a abril, no Palazzo delle Poste
  • Ra corsa dei Sestiere, tradicional palácio de inverno entre os distritos de Ampezzo;
  • Dobbiaco-Cortina: corrida internacional de cross-country, no início de fevereiro;
  • Cortinametraggio Festival, uma crítica sobre curtas-metragens de gênero.
  • Maratona Cortina-Dobbiaco: corrida aberta a todos;
  • Lavaredo Ultra Trail: competição de corridas de renome internacional
  • Cortina International Show Jumping International Horse Show, uma competição de alto nível entre os melhores cavaleiros de saltos do mundo.
  • Taça de Ouro das Dolomitas, competição entre carros antigos.
  • Fèšta de ra Bandes, tradicional desfile folclórico em que participam o musical Copro de Cortina e outras bandas estrangeiras.
Como Chegar
  • Leia nosso texto específico – Como ir para Cortina D’Ampezzo nas Dolomitas
  • De carro – Cortina está localizada a cerca de 4 horas e meia de carro de Milão pela A4, A27 e SS51, e a cerca de 2 horas de Veneza pela A27 e SS51. Veja nosso serviço de transporte particular.
  • De trem – Treviso é a estação de trem mais próxima, mas de lá ainda é cerca de uma hora e meia até Cortina. Você pode providenciar transporte particular de lá ou pode aproveitar as vantagens do serviço Freccialink da Trenitalia, uma combinação de trem e ônibus via Veneza de várias cidades italianas, disponível todos os fins de semana no inverno.
  • De ônibus – Flixbus tem conexões econômicas para Cortina de Milão, Bérgamo, Verona, Veneza e Bolonha.
Onde dormir

Passamos duas noites no lindo Resort Faloria Mountain, um daqueles típicos hotéis de montanha com spa, todo de madeira. O hotel ficava a poucos quilômetros do centro de Cortina d’Ampezzo.

O que comer

Se você for até a Cortina D’Ampezzo, você não pode deixar de experimentar a culinária local, que é influencia pelos sabores de seu vizinho austríaco, Tirol.

Receitas típicas e pratos de assinatura como spätzle, sopa de cevada, goulash, bolo de trigo sarraceno e framboesa, só para citar alguns, são feitos com produtos caseiros, preparados na hora por mãos experientes.

Um brunch de dar água na boca torna-se não só uma degustação, mas também uma excursão gourmands deliciosa com uma paisagem de tirar o fôlego nas Dolomitas para uma verdadeira experiência dos sentidos.

Cortina d’Ampezzo é uma delícia para vinhos de qualidade, cervejas artesanais, coquetéis ou bebidas saudáveis, pois oferece wine bar, pubs e cafés para todos os gostos.

Não apenas férias gastronômicas, mas uma nova experiência marcante que envolve todos os seus sentidos.

Assim, em meio às paisagens montanhosas é possível aproveitar vários tipos de carnes, queijos e massas. Entre os pratos mais comuns, estão:

  • Um dos pratos mais tradicionais é o canederli ou Knödel em alemão. É uma receita deliciosa que realça uma culinária pobre, mas genuína, e uma maneira inteligente de usar as sobras de pão.
  • Beterraba casunziei, o prato tradicional por excelência da Cortina. Nenhuma receita é mais local, tradicional e profundamente enraizada na Cortina do que o casuziei, uma espécie de ravióli em forma de lua, especialmente em sua versão vermelha com recheio de beterraba. Tudo nesta receita fala sobre a história e o território da Cortina: a beterraba e a batata, fáceis de cultivar mesmo em um vale alpino; o queijo e a manteiga, da pecuária tradicional; as sementes de papoula, um ingrediente característico da tradição da Cortina; e noz-moscada, uma especiaria que costumava chegar a Cortina dos mercadores venezianos.
  • Šmòrn, uma receita de montanha simples e saborosa. É um prato simples mas de dar água na boca, perfeito para um farto café da manhã, mas também como prato principal ao almoço ou ao jantar, especialmente quando é necessário recarregar as energias após uma caminhada ou um longo dia. Na cozinha tradicional de Cortina, as culturas italiana e tirolesa se entrelaçam. O šmòrn (Schmarren em alemão) é tradicional na culinária de uma área mais ampla, incluindo Tirol e Tirol do Sul.
  • Brazorà, a doce focaccia da tradição Ampezzo. A culinária da montanha é uma parte importante da cozinha tradicional italiana: pratos simples feitos de alguns produtos básicos. No entanto, ingredientes básicos não significam sabor ruim. Pelo contrário, algumas receitas tradicionais são tão boas e saborosas que ainda são transmitidas de geração em geração, sendo oferecidas em restaurantes ou pastelarias. Uma delas é a receita de brazorà , uma doce focaccia polvilhada com grãos de açúcar, uma sobremesa em forma de coroa, como um abraço! Há muito tempo era o bolo do convite de casamento: os noivos iam pessoalmente convidar os próprios convidados, oferecendo um brazorà com 5 ” crostoli” e 5 amêndoas açucaradas no meio.
  • Licor de ovo Vov, uma bebida reconfortante de inverno. No inverno nevado das Dolomitas, poucas coisas são mais reconfortantes do que um copo de licor de ovo. Esta receita tradicional tem um sabor doce e envolvente e um agradável sabor a baunilha. Apenas um gole levará sua mente a um aconchegante alojamento de montanha tradicional na paisagem invernal das montanhas de Cortina.

Algumas informações importantes:

MUSEUSMAPA
  • Museu de Arte Moderna Mario Rimoldi
    De 25 de junho a 31 de agosto: 10: 30-12: 30/16: 00-20: 00
    De 1 de setembro a 3 de outubro: 10: 30-12: 30/15: 30-19: 30
    Fecha às segundas-feiras, exceto em agosto, quando o Museu está aberto todos os dias.
    Entrada para toda a coleção Rimoldi e exposições temporárias: € 7,00
    Admissão cumulativa para os três Musei delle Regole: total € 12,00, reduzido € 8,00
  • Museu Etnográfico “Regole d’Ampezzo”
    Horário de funcionamento do museu: de 25 de junho a 31 de agosto: 10.30-12.30 / 15.00-19.00 fechado às segundas-feiras, exceto em agosto, que estará aberto todos os dias
    De 01 de setembro a 03 de outubro: 15,00-19,00 fechado às segundas-feiras
    Admissão cumulativa a 3 Musei delle Regole: total € 12,00, reduzido € 8,00
  • Museu da Grande Guerra
    bilhete de entrada por pessoa adulto € 7,00 reduzido € 6,00 criança € 3,00
    O Museu está aberto todos os dias de 19 de junho de 2021 a 3 de outubro de 2021.
    das 10h00 às 13h00 (intervalo para almoço) das 14h00 às 17h00 (última admissão 30 minutos antes do fecho)
    O Museu está localizado a 2 km da passagem de Falzarego, a 20 km de Cortina d’Ampezzo, a 10 km de San Cassiano, acessível de carro, com estacionamento conveniente. Não se sobe de teleférico, e não é no alto do Lagazuoi, mas ao longo da estrada entre o passo de Valparola e Falzarego. Nos arredores poderá visitar inúmeras trincheiras e túneis, percursos fáceis, médios e difíceis, zonas da Batalha da Grande Guerra. Todos os passeios fora do museu são gratuitos.
  • Museu ao ar livre 5 Torri
    Hoje você pode chegar às trincheiras a pé ou com a rápida telecadeira 5 Torri que tem amplo estacionamento e serviços na largada. A visita ao museu é gratuita. Os caminhos serpenteiam nas posições perfeitamente restauradas e podem levar de 1 a 2/3 horas; Placas informativas e exibições de museus ilustram os eventos da Grande Guerra.

Galeria de Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pronto para conhecer o Vêneto? Entre delícias gastronômicas e uma viagem pela história de uma cidade milenar, recomendamos que você faça a viagem com um guia de turismo. Ele poderá te mostrar os segredos e melhores locais para desbravar a cidade. Conheça os nossos serviços! Além disso, ainda possuímos serviços de transporte com motorista por toda a região de Vêneto.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.