Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Um passeio na Galeria Borghese e jardim de Villa Borghese

A Villa Borghese é uma imensa área verde dentro da cidade de Roma, onde estão localizados os jardins mais bonitos da cidade, bem como a Galleria Borghese, um dos mais importantes museus de Roma. Próximo da Piazza del Popolo e Piazza di Spagna, é um dos pontos turísticos mais visitados da capital italiana.

A história da Villa Borghese 

A família Borghese foi uma importante e poderosa família italiana surgida na cidade de Siena no século XIII, cujo prestígio se alargou até a região de Roma a partir do século XVI. Em 1605, Camilo Borghese foi eleito papa, assumindo o título de Paulo V. Seu sobrinho, Scipione, foi eleito cardeal-sobrinho, e, posteriormente, seria arcebispo de Bolonha.

Os Borghese eram proprietários de uma vasta área nos arredores de Roma, onde estavam localizadas as ruínas de um antigo jardim romano, os Jardins de Lúculo. Foi dele a iniciativa de ampliar o local e construir um novo jardim, que deveria ser, na visão dele, um dos mais monumentais da Itália. 

Em 1606, Scipione escolheu o arquiteto Flaminio Ponzio como responsável pela obra, que no entanto só começou em 1612. Ponzio faleceu no ano seguinte, sendo substituído por Giovanni Vasanzio. Além deles, também teve importante participação Domenico Savini da Montepulciano, responsável pelos jardins, e vários outros artistas, responsáveis pelas estátuas e fontes que decoram a vila, entre eles Gianlorenzo Bernini e seu pai, Pietro. A conclusão da vila se deu em 1633.

Com o passar dos anos, a vila foi sendo ampliada, tornando-se rapidamente o principal jardim de Roma. Destaque para as obras feitas no século XVIII por Marcantonio IV Colonna, com intervenções no palácio (que atualmente abriga a Galleria Borghese) e nos jardins.

Ao longo do século XIX, a família Borghese começou a enfrentar dificuldades financeiras. Assim, Camilo Borghese foi obrigado a vender algumas das antiguidades que a família possuía. Entre as peças estava o chamado Gladiador Borghese, uma escultura feita na Grécia no ano 100 a.C, e que hoje está em exposição no Museu do Louvre. Como consequência de sua decadência econômica, os Borghese venderam a vila para o Governo Italiano em 1901, pelo valor de 3,6 milhões de liras.

O que ver na Villa Borghese?

O Jardim 

A Villa Borghese é o terceiro maior parque público de Roma, com cerca de 80 hectares, o que garante muito espaço, natureza, ar puro e momentos de tranquilidade para os visitantes. 

Ao longo do jardim o visitante encontra inúmeras fontes, tais como a Fontana dei Cavalli Marini, Fontana Rotonda e Fontana di Esculápio. Da Terrazza di Pincio se tem uma bela vista de parte da cidade, com a Piazza del Popolo logo abaixo, e o Vaticano, na direção do horizonte. Nesta área da vila existem vários bustos de personagens importantes para a história italiana, como Giuseppe Garibaldi e Cristovam Colombo. 

Uma das áreas mais bonitas do parque é a região onde fica o Templo de Esculápio, construído no século XVIII, e que é uma réplica de antigos templos dedicados ao deus romano da medicina. O lago localizado em frente ao templo é um dos cartões postais da vila. 

A Galleria Borghese

Não foi atoa que Scipione Borghese idealizou a construção da Villa Borghese. Ele era um amante da cultura e das artes, sendo o patrono de vários artistas. Seu gosto por arte levou-o a montar uma grande coleção, que se tornaria o núcleo do futuro museu. A partir desse núcleo inicial, o acervo da galeria foi sendo ampliado ao longo dos anos, graças a aquisições e doações.

A Galleria Borghese é um dos principais museus italianos. Ele está localizado no palácio dentro da Villa Borghese, e exibe uma coleção de esculturas antigas, baixos-relevos, mosaicos, além de pinturas e esculturas que vão dos séculos XV ao XIX. Destaque para as obras de Caravaggio, Rafael, Ticiano, Correggio, Antonello da Messina, Giovanni Bellini, Bernini e Canova

O palácio possui vinte salas onde as obras são expostas. A decoração de cada uma das salas já pode ser considerada uma obra de arte, mas os afrescos do Salone di Mariano Rossi são simplesmente fantásticos.

Galleria Borghese - Lazio - Tivoli

Algumas obras do imenso acervo merecem destaque, tais como as esculturas de Bernini (O rapto de Proserpina, Apolo e Dafne e A Verdade), quadros de Caravaggio (Rapaz com cesto de frutas, São João Batista e Davi com a cabeça de Golias), Rafael (Deposizione di Cristo e Sacra Famiglia), Tiziano (Amor Sacro e Amor profano), Corregio (Danae), Bellini (Madonna con Bambino e Ritratto femminile) e Leonardo da Vinci (San Giovanni Battista).

Além de todas as obras exibidas, a Galleria Borghese ainda tem mais de 260 pinturas exibidas no chamado Depósito, que pode ser visitado com hora marcada. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outras atrações na Villa Borghese

Museo Carlo Bilotti

Museu indicado para quem gosta de arte moderna. Carlo Bilotti foi um empresário italiano, amante e colecionador de arte. Ao longo de sua vida, Bilotti adquiriu obras de artistas como Andy Warhol, Giorgio de Chirico, Severini, Manzú e Larry Rivers, entre outros. Após sua morte, em 2006, seu acervo foi organizado e exibido dentro do museu que leva seu nome.  

Museo Pietro Canonica

Este museu é dedicado a obra de Pietro Canonica, famoso escultor do século XIX, que inclusive realizou inúmeros trabalhos para as cortes inglesa e russa. Além de peças esculpidas pelo autor, também estão em exibição os desenhos e projetos realizados pelo artista antes da escultura em si, além de móveis e pinturas, provenientes da coleção  particular de Canónica. 

Estátua de Goethe

Silvano Toti Globe Theatre – Teatro Shakespeariano

Localizado bem no meio da Villa Borghese, o Teatro Silvano Toti tem um detalhe que o difere dos demais: ele é baseado nos teatros elisabetanos do período em que Shakespeare viveu, sendo uma réplica do Shakespeare Globe Theatre, localizado em Londres. Todo feito em madeira, o teatro foi inaugurado em 2003, e exibe vários espetáculos ao longo do ano.

Casa Del Cinema

A Villa Borghese também tem um cinema, inaugurado em 2004 em um dos muitos casarões existentes na vila. Além da programação normal, a Casa Del Cinema também organiza festivais cinematográficos e mostras fotográficas. Durante o verão também é montado um cinema ao ar livre. 

Bioparco

O Bioparco é um zoológico localizado dentro da Villa Borghese. Porém, é um zoológico diferente de todos os outros: a função desse espaço é ser um local de proteção, recebendo animais que são vítimas de contrabando, maus tratos, ou oriundos de zoos que estão para fechar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aqui, os animais são alimentados e tratados, e todos tem um espaço de convivência apropriado. A quantidade de animais é bem menor do que um zoológico convencional, e o Bioparco promove várias ações educativas sobre o mundo animal.

Veja mais textos que escrevemos sobre o Lazio

Atrações para as crianças

A Villa Borghese também é uma ótima opção de passeio para quem está acompanhado de crianças. Existem várias atrações voltadas para os pequenos dentro do parque, tais como:

  • Il Cinema dei Piccoli: um cinema com a programação toda voltada para crianças, localizado em uma simpática casinha de madeira;
  • Passeio de trem: próximo da Casa del Cinema existe um local de onde parte um trenzinho, que circula por todo o parque. As crianças adoram. Provei e indico.
  • Teatro San Carlino: um teatro que oferece espetáculos de fantoches e marionetes;
  • Ludoteca Casina di Raffaello: Outro local voltado para crianças, e que oferece espaço para jogos, uma biblioteca infantil e várias atividades, tais como teatro, caça ao tesouro, etc. 
  • Além do Carrosel

Museo Nazionale Etrusco di Villa Giulia

Ao lado da Villa Borghese fica o Palácio di Villa Giulia, onde está localizado o Museo Nazionale Etrusco. Esse museu exibe uma impressionante coleção de artefatos do período etrusco, escavados em vários sítios arqueológicos no centro e norte da Itália. Os etruscos eram um povo antigo que habitava essas regiões, antes mesmo da fundação de Roma. Para quem gosta de História Antiga, vale a pena conhecer.

Como chegar?

A Villa Borghese está localizada na região norte de Roma, muito próxima da Piazza del Popolo e Piazza di Spagna. As estações de metrô mais próximas são Spagna e Flamínio.

Vale a pena visitar?

Vale muito a pena visitar a Villa Borghese. Além de ser um local belíssimo, que propicia um momento de tranquilidade em meio à natureza bem no centro de uma cidade grande como Roma, é um local que respira história e cultura, abrigando um dos mais importantes museus da cidade. Lembre-se, o parque é muito grande, portanto, se quiser conhecê-lo todo e sem pressa, é melhor reservar um dia inteiro para isso. E caso queira conhecer melhor a Villa Borghese, temos passeios com guia em português, além de outros passeios pela região.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.