Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Roma secreta:  13 lugares incríveis para fugir de multidões

Você gostaria de passear pelas ruas de Roma e visitar vários pontos turísticos da cidade sem ter que enfrentar filas quilométricas ou esbarrar em milhares de turistas ?? E de conhecer lugares poucos explorados na cidade, mas que guardam segredos e histórias fascinantes ?

Se a sua resposta foi sim a estas perguntas, então veja 13 lugares incríveis para conhecer em Roma e fugir de filas e multidões.

Roma Secreta: 13 lugares incríveis para fugir de multidões

Ao contrário do que você pensa, a magnífica história de  Roma não é contada apenas através das paredes do Coliseu ou do teto da Capela Sistina. Existe uma Roma pouco explorada e pouco conhecida pelos turistas que raramente aparece nos cartões postais ou nos roteiros da maioria das agências.

Uma Roma tão rica e cheia de história quanto ao que você vê quando visita os museus do Vaticano ou o Fórum Romano. Esta Roma foi a que viu o assassinato do imperador Júlio César, a crucificação dos escravos liderados por Spartacus e presenciou toda a loucura de Nero.

Esta Roma fica bem longe das multidões de turistas que lotam a cidade ano após ano atrás da foto perfeita. Sendo sincera, esta outra Roma é ainda mais bonita e encantadora do que esta que vemos quando visitamos a cidade pela primeira vez. Sem dúvida, a cidade eterna guarda segredos profundos que cabem aos viajantes mais curiosos e apaixonados desvendar. Você é este tipo de viajante?

Então, te convido a desvendar agora os segredos de Roma!!

1. Roma subterrânea, a Roma dos gladiadores

Se  Roma é encantadora acima do solo, você vai se surpreender em como a cidade é maravilhoso também em seu subterrâneo. Se você gosta da história dos gladiadores e gostaria de ver de perto como eles viviam, então este passeio é imperdível.

A visita começa pela arena do Coliseu, onde você verá de perto o lugar onde os gladiadores lutavam. Não tem como estar lá e não ter uma perfeita dimensão de como eram as lutas naquela época e se sentir como se você fosse Spartacus, Gannicus ou Crixus pronto para enfrentar uma batalha de vida ou morte.

Depois da visita na arena, o tour segue para a parte subterrânea do Coliseu onde os gladiadores e as feras ficavam presas antes das lutas. Além das celas onde ficavam os gladiadores você também verá o elevador por onde os lutadores e os animais eram levados até a arena. Por último o tour termina na arquibancada onde o público assistia a lutas.

Com toda a certeza, este é um dos passeios que mais valem a pena em Roma, mas só é possível fazê-lo acompanhado de um guia e com hora marcada. Assim,  você não terá que se deparar com filas e filas para conhecer o lugar.

Além do Coliseu, o subsolo de Roma também guarda outras surpresas como as ruínas da  casa onde vivia o imperador Nero.

2. Domus Aurea

Di Davide Mauro – Opera propria, CC BY-SA 4.0,Wikipedia Commons

A casa dourada ou “Domus Aurea” é um palácio que o imperador Nero mandou construir após o incêndio que destruiu Roma. Esta casa sem dúvida foi uma das mais extravagantes de todo o império. Além de ser uma das maiores residências, as paredes da casa eram cobertas por mármore vindo de vários lugares do mundo.

O teto da casa era completamente coberto por ouro e pedras preciosas, por isso seu nome. Os jardins eram repletos de fontes, lagos e piscinas e toda a propriedade tinha em média 80 hectares. Após o seu suicido, os imperadores que precederam Nero fizeram de tudo para apagar a sua memória e por isso mandaram soterrar a casa dourada.

Outra curiosidade da casa dourada é que a cúpula da sala octogonal inspirou a cúpula do Pantheon. Hoje, as visitas ao local são guiadas e para visitar é necessário comprar um ingresso antecipado.

3. Ostia Antiga

As ruínas de Ostia Antiga é outro lugar fascinante em Roma, mas que ainda não foi alcançado pelo turismo de massa. A cidade foi construída em 338 a.C, pelo Imperador Anco Marzio, com o intuito de proteger Roma de invasões.

Na cidade você pode ver um incrível teatro que na época tinha a capacidade de receber até 4 mil pessoas, Termas de Netuno, Piazzale di Corporazione, o Foro e o Campidoglio.

4. Termas de Caracalla

As Termas de Caracalla já foram consideradas um dos lugares mais bonitos de Roma. Na época do império romano suas paredes eram cheias de pinturas e mosaicos e tinham a capacidade de receber até 1.300 pessoas.

Hoje, elas estão em ruínas mas ainda assim vale muito a pena a visita. Apesar de não ser um lugar tão desconhecido assim pelos turistas, ele não costuma ficar muito cheio.

5. Teatro de Pompeu, o assassinato de Júlio César

Ben Skála, Benfoto, CC BY-SA 3.0 – Foto: Wikimedia Commons

O Teatro de Pompeu é um dos lugares mais interessantes de Roma,  mas ainda assim está fora do roteiro da maioria dos viajantes.

Este teatro fica localizado no Largo da Torre Argentina e faz parte de um sítio arqueológico descoberto em 1926 durante escavações na região. Contudo, devido ao seu importante valor histórico, o governo de Roma tem trabalhado para transformar o sítio arqueológico  em um lugar que possa ser visitado por turistas.

O lugar que durante anos foi o lar de gatos de rua agora passa por uma transformação para abrir ao público em 2022.

O que faz do teatro e do sítio arqueológico um lugar tão importante é que foi no teatro de Pompeu que aconteceu um dos momentos mais importantes da história do império romano. Foi neste teatro que o imperador Júlio César foi brutalmente assassinado por seu filho Brutus no dia 15 de Março do ano 44 A.c.

6.  Parque dos Aquedutos

Foto: Wikipedia Commons – Di DonZaucker – Opera propria, CC BY-SA 4.0,

O parque dos Aquedutos ou Parco degli Acquedotti é um dos segredos mais bem guardados de Roma. O parque dos Aquedutos fica localizado no  Parque Regional da Ápia Antiga e tem este nome porque na região existem o total de 7 aquedutos tanto na parte de cima como abaixo do subsolo.

Os aquedutos estão em ótimo estado de conservação e apesar de terem milhares de anos eles ainda funcionam e são eles que fornecem as águas da maioria das bicas públicas de Roma. Hoje no parque  podemos ver os aquedutos Claudio, Anio Novus e o Felice.

7. Via Appia Antica, a primeira estrada de Roma

A via Appia é uma das estradas mais antigas de Roma e representa muito bem toda a genialidade dos romanos quanto à construção de estradas. Além de ter servido para ajudar no desenvolvimento e proteção da cidade, a Via Appia também foi palco de acontecimentos históricos importantes.

Foi nessa estrada que em 72 aC os escravos rebeldes comandados por Spartacus foram crucificados após serem capturados pelos romanos. Seus corpos ficaram pendurados por meses na cruz ao longo da Via Ápia para lembrar a todos que chegassem à cidade que Roma era invencível.

Para visitar a Via Appia Antica e suas ruínas é necessário comprar um ingresso conjugado.

8. Igreja “ Domine Quo Vadis”, a primeira igreja do apóstolo Pedro

Foto: Wikpedia Commons – Di LPLT – Opera propria, CC BY-SA 3.0,

A Igreja Domine Quo Vadis fica localizada na Via Ápia e é uma das igrejas mais antigas de Roma. Foi no local onde hoje se encontra a igreja que segundo as escrituras, o apóstolo Pedro decidiu ficar em Roma após ter um sonho com Jesus.

No sonho, Pedro perguntou ao Cristo :“ Domine Quo Vadis”? ( “Senhor para onde vais”?) e Jesus respondeu “Vou a Roma para ser novamente crucificado”. Foi graças a este sonho que Pedro decidiu ficar em Roma apesar da perseguição do imperador Nero.

E, assim Pedro permaneceu na cidade até a sua morte no local onde hoje fica a praça São Pedro. A igreja “ Domine Quo Vadis” foi construída no local onde Pedro teve o sonho.

9. Circo Massenzio

Di Livioandronico2013 – Opera propria, CC BY-SA 4.0, Foto Wikipedia Commons

O circo Massenzio foi um dos últimos circos de Roma. Construído em 311 d.c era neste local onde aconteciam as famosas corridas de bigas.

Ainda hoje você pode ver o local que tem uma forma de hipódromo e poderá mergulhar ainda mais na história de Roma.

Outros lugares em Roma repletos de mitos, lendas e mistérios

 10 Vila Borghese

Você já ouviu falar da Villa Borghese em Roma? Aposto que não!! Afinal, poucos conhecem a cidade fora do eixo turístico Coliseu, Fontana di Trevi e Vaticano.

Contudo, Roma apresenta lugares maravilhosos e poucos conhecidos pela maioria dos turistas. Um desses é a Vila Borghese, um belo jardim que fica na cidade perfeita para quem quer passear sem ter que esbarrar em milhares de turistas.

O jardim urbano de Roma é rodeado de árvores e flores incríveis, mas também conta com belas esculturas, monumentos, fontes e também museus.

Vale a pena conhecer, principalmente se a sua viagem for na primavera ou no outono.

 11. Cripta dos Capuchinhos

Foto Wikipedia Commons Di Nessun autore leggibile automaticamente. Tessier~commonswiki presunto ., CC BY 2.5

A cripta dos capuchinhos fica localizada na  Igreja de Santa Maria Immacolata, em Via Veneto.

Esta igreja foi construída em 1626 a mando do Papa Urbano VIII em homenagem a seu irmão que pertencia a ordem dos frades capuchinhos. A cripta desta igreja é a mais assustadora de Roma, pois suas paredes são decoradas com os ossos de mais de 4.000 frades. Entre os ossos e crânios, os visitantes são recebidos com a seguinte frase: “O que você é, fomos; o que somos você será. “

12. A escada santa

A mais famosa e visitada Escada Santa, destino de peregrinação dos católicos, é a que se encontra em Roma, que faz parte de um complexo denominado “Santuário Pontifício da Escada Santa” nas imediações da Basílica de San Giovanni in Laterano.

Segundo a lenda, de origem medieval, esta seria a escada do palácio de Pôncio Pilatos  onde Jesus teria passado no dia de sua morte, e que foi transportada para Roma por Sant’Elena Imperatrice, mãe de Constantino I, em 326.

13. A porta mágica de Piazza Vittorio

Foto: Wikipedia Commons – Di Lalupa – Opera propria, Pubblico dominio, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=429381

A Porta Alchemica, também chamada de Porta Magica ou Porta Ermetica ou Porta dei Cieli, é um monumento construído entre 1655 e 1680 por Massimiliano Savelli Palombara, Marquês de Pietraforte (1614-1685) em sua residência, Villa Palombara, localizada no  zona Leste de Roma no Monte Esquilino, mais ou menos em correspondência com a atual Piazza Vittorio Emanuele II, em cujos jardins agora se encontra. A Porta Alchemica é a única sobrevivente das cinco portas da Villa Palombara.

Segundo a lenda, transmitida a nós em 1802 pelo estudioso Francesco Girolamo Cancellieri, um peregrino chamado Stibeum (do nome latino do antimônio) foi hospedado na villa por uma noite. Ele, identificável com o alquimista Francesco Giuseppe Borri, passou aquela noite nos jardins da villa em busca de uma erva misteriosa capaz de produzir ouro. Na manhã seguinte, ele desapareceu para sempre pela porta, mas deixou para trás algumas partículas de ouro, o resultado de uma transmutação alquímica bem-sucedida, e uma misteriosa carta cheia de enigmas e símbolos mágicos que devem ter contido o segredo da pedra filosofal.

O marquês tentou em vão decifrar o conteúdo do manuscrito com todos os seus símbolos e enigmas, até que decidiu torná-lo público gravando-o nas cinco portas da Villa Palombara e nas paredes da mansão, na esperança de que uma dia alguém seria capaz de entendê-los. Talvez o enigmático mapa pudesse referir-se, devido a concordâncias históricas e geográficas, através da troca de mãos entre alguns pertencentes ao círculo alquímico de Villa Palombara, ao misterioso manuscrito Voynich, que fazia parte da coleção de textos alquímicos pertencentes ao rei Rodolfo II da Boêmia, que acabou nas mãos do estudioso Athanasius Kircher, um dos professores de Borri na escola jesuíta.

Com ou sem lenda, a verdade é que a porta é um desses segredos de Roma que poucos conhecem.

Guia brasileira em Roma

Dicas para fugir de multidões e evitar filas em Roma

1.   Evite visitar a cidade na alta temporada ou em feriados católicos

Uma ótima dica para evitar pegar muitas filas em Roma até mesmo nos lugares menos turísticos é evitar visitar a cidade na alta temporada e em feriados católicos. A alta temporada acontece durante o verão europeu, sendo Julho e Agosto os meses em que a cidade recebe mais turistas.

Assim, o ideal é ir nos meses de inverno e outono (baixa temporada) ou de primavera (média temporada). Em feriados católicos, principalmente no Natal e na Páscoa, a cidade fica ainda mais cheia, pois fiéis do mundo todo vão ao Vaticano celebrar estas datas.

2.   Compre os ingressos com antecedência

Independente da época que você for, não deixe para comprar os ingressos das atrações da cidade na hora.

Do contrário, você enfrentará mais horas de filas, primeiro para comprar os ingressos e depois para entrar nos lugares.

3.  Contratar um guia de turismo é fundamental para evitar multidões e filas

Veja 3 vantagens de contratar um guia de turismo em Roma.

  • O guia sabe tudo sobre a história de Roma e irá agregar muito valor a sua viagem

Além disso, não tem como você visitar uma cidade como Roma, rica em história sem ter um guia para te contar o que aconteceu em cada canto da cidade. A viagem perde parte do sentido quando você passa por estes lugares incríveis sem entender o que você está vendo e por onde você está passando.

Com um guia de turismo você vai entender cada canto da cidade e o que aconteceu em cada esquina de Roma.

  • Com um guia de turismo você não precisa enfrentar filas em Roma

Por último, contratar um guia é uma das melhores formas de evitar filas de lugares como o Vaticano, Coliseu etc. Os guias de turismo têm autorização para entrar  direto em alguns museus e atrações turísticas da cidade sem a necessidade de enfrentar as tenebrosas filas de Roma.

Temos serviços de transporte com motorista, guia em português e os melhores tours gastronômicos pela região!

Tudo para que a sua viagem seja ainda mais inesquecível e especial.

Conheça nossos serviços e viva o melhor da Itália!

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.