Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Onde esquiar na Itália: Madonna di Campiglio

Veja onde esquiar na Itália: Madonna di Campiglio, a pérola das Dolomitas del Brenta, lugar de esquiar admirando a linda paisagem das Dolomitas, Patrimônio Natural da Humanidade da UNESCO.

Madonna di Campiglio fica a 1550 metros de altitude, na região denominada Dolomita del Brenta, entre as geleiras Adamello e Presanella. A paisagem é maravilhosa e a população é muito acolhedora e agradável, o que faz de Madonna di Campiglio um dos lugares mais incríveis do extremo norte da Itália.

Muitas pessoas não sabem, mas Madonna di Campiglio foi uma das cidades precursoras do esqui, pois a primeira pista foi inaugurada lá em 1948!

A história de Madonna di Campiglio

O primeiros documentos que falam de Madonna de Campiglio são de 1190, que relatam de um senhor chamado Raimondo, decidiu fundar o Mosteiro de Santa Maria di Campiglio para ajudar os viajantes, e em 1450 haviam já 20 monges e 5 freiras.

Em 1868, Giambattista Righi di Strembo comprou todo o terreno do antigo mosteiro de Santa Maria di Campiglio e no lugar dos prédios decadentes do lugar, ele construiu um hotel, o Estabelecimento Alpino, destinado a acolher os primeiros turistas da montanha.

Em 1875, às suas próprias despesas, construiu a estrada que liga os centros da alta Val Rendena com Madonna di Campiglio. Posteriormente, em 1882, Franz Joseph Oesterreicher, assumiu a propriedade de Campiglio. As “fofocas da época” contavam que ele era o filho ilegítimo do Imperador da Áustria e da Hungria, que tem o mesmo nome, Franz Joseph.

Com o tempo ele transformou Madonna di Campiglio em um requintado hotel para a nobreza e a rica burguesia europeia. Entre seus clientes, em 1889 e em 1894, Madona di Campiglio teve a princesa Sissi e o imperador Franz Joseph, que passou lá longos dias a passear pela floresta e dedicou noites despreocupadas com valsas e reuniões restritas com o pessoal da sua côrte.

A família Oesterreicher permaneceu em Campiglio até 1955, quando suas propriedades foram gradualmente compradas por empresários, os quais transformaram o local em um resort.

Já em 1947, ele fundou a Società Funivie Madonna di Campiglio com o objetivo de promover a prática de esqui e, portanto, a cidade. Em 1948 foi inaugurada a primeira pista e um teleférico. Hoje, o circuito tem cerca de 90 km de pistas e capacidade para mais de 30.700 pessoas por hora.

Madonna di Campiglio, hoje, é certamente uma das melhores estações de esqui italianas e uma das mais importantes em toda a região dos Alpes: a variedade de seu ambiente de montanha oferece a oportunidade de no inverno percorrer incontáveis quilômetros de pistas até 2600 metros, sempre com diferentes graus de dificuldade, tento uma vista emocionante das Dolomitas del Brenta à Adamello e Presanella.

Madonna di Campiglio é a única, ao menos que eu conheça, que dá a possibilidade aos esquiadores de pegar os teleféricos e entrar nas pistas diretamente do centro da cidade e retornar sem tirar os esquis.

Ainda há uma pista panorâmica que fica acesa à noite, sendo possível vê-la de vários lugares da cidade.

posta 3T madonna di campiglio

A Copa do Mundo de esqui

A corrida da Copa do Mundo de slalom 3 Tre é uma das mais importantes e nasceu em 1948 da imaginação de Rolly Marchi como um trio de competições  e só depois foi desmembradas entre vários locais.

Este ano o slalom será na pista noturna, no circuito Audi Fis Ski World Cup e acontece no dia 22 de dezembro.

Madonna di Campiglio, uma ótima opção para esquiar na Itália

Madonna di Campiglio  tem realmente muitas pistas diferentes, onde você pode colocar-se à prova! Veja:

Recursos de esqui:

150 km de pistas conectadas entre si
1 passe de esqui para toda a área
100 pistas
5 parques de snowboard
61 teleféricos
850-2500 m de altitude

Área de esqui:

Dolomitica: a mais longa pista de esqui, com a maior descida (5,750m de comprimento, com uma queda vertical de 1,248m), a mais íngreme, com um declive com uma inclinação máxima de mais de 70%;
Schumacher Streif: a última parte da pista de esqui Spinale Direttissima, a segunda mais íngreme. Descida com uma inclinação máxima de 70%;
Ursus Snow Park: um dos 5 melhores parques de snowboard dos Alpes;
Pinzolo-Campiglio Express: o teleférico com a melhor vista panorâmica
Canalone Miramonti: a pista  da Copa do Mundo, com iluminação artificial para o esqui durante a noite
Dolomiti Express: um “trem nas Dolomitas” para chegar aos teleféricos de esqui de Val di Sole e, portanto, Madonna di Campiglio e Pinzolo.

Baixe o mapa da área de esqui.

Para saber o preço dos esqui-pass clique aqui,

Fonte: site oficial Madonna di Campiglio

Dicas do que fazer em Madonna di Campiglio

Existe um serviço de ônibus, chamado SkiBus, que facilitou a nossa chegada aos teleféricos de esqui em Madonna di Campiglio e Pinzolo e, assim como o acesso a todo o Val Rendena, e na alta temporada, aos dois resorts de esqui.

Ao visitar a cidade não deixe de:

  • conhecer a Igreja de Santa Maria Antica – O edifício de granito neogótico-tirolês data do final do século XIX. A construção de nave única tem teto com armação de madeira, enquanto o púlpito, o coro e o confessionário foram um presente da família austríaca. O crucifixo de estilo nórdico do século 13, de acordo com a tradição doada por Carlos Magno, e o tríptico do século 15 acima do altar, e a pintura da Madonna da Europa em azul, bem como as paredes pintadas pela artista Daniela Casoni são os tesouros da igreja.
  • Pedra de Sissi –  A poucos quilômetros do centro da cidade e seguindo o caminho “Cantico delle Creature” que parte da Igreja de Santa Maria Antica, chega-se à Piazza Imperatrice. Este é o terraço e o miradouro preferido da princesa marcado por um pequeno monumento.
  • fazer trekking ou um passeio de raquete na neve para ter uma visão diferente das Dolomitas e respirar o ar puro da montanha. Os hotéis oferecem este passeio gratuito às terças e sextas junto com o grupo de guias alpinos da cidade. Eu fiz o passeio de trekking chamado Cinque Laghi.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • conhecer o Salão Hofer – Dentro do hotel Des Alpes, a antiga fábrica alpina, há um magnífico salão de festas decorado com pinturas Art Nouveau de Gottfried Hofer. As representações representam as Dolomitas de Brenta, homenageando também a Virgem com a criança e, em dois medalhões, a Princesa Sissi e o Imperador Franz Josef.
  • Conca Verde –  Como se já não existisse natureza suficiente, o coração de Madonna di Campiglio bate com um pulmão verde enriquecido por caminhos e bancos para passear. No inverno também é possível patinar em seu lago congelado, próximo ao qual fica o Ponto de Leitura de Madonna di Castiglio: a biblioteca da cidade.
  • se estiver no período de natal, visite o Mercadinho de Natal da cidade e fazer umas comprinhas
  • Outros esportes que podem ser praticados em Madonna di Campiglio: escalada no gelo, raquete de neve, esqui alpino e trenó puxado por cães.
  • experimentar o Bombardino, feito de zabaione, brandy, café e chantilly, além da grappa com pera!

Eventos

Ao longo do ano vários eventos acontecem na cidade; muitos se lembram da figura lendária do imperador Franz Joseph.

  • Procissão de tochas no início do ano. Instrutores de esqui e snowboard desfilam junto com seus alunos ao longo do Canal Miramonti, com música, DJs e um grande final pirotécnico.
  • 3T – Três Slalom. O evento esportivo mais esperado em Madonna di Campiglio é a Copa do Mundo de esqui alpino masculino de slalom.
  • Carnaval dos Habsburgos. Neste período, os usos e costumes tradicionais do passado voltam à vida. Um dia marcado por desfiles em trajes de época, conferências e eventos culturais dedicados ao imperador Francesco Giuseppe que reinou sobre Campiglio.
  • Aniversário do Imperador. Em 18 de agosto, Francesco Giuseppe volta a ser o protagonista da cidade, graças a mais um dia dedicado aos maravilhosos e preciosos trajes da época.
  • Sons das Dolomitas. No verão, acontece um dos festivais de música mais famosos e evocativos do mundo: o festival de altitude onde a natureza atua como uma caixa de ressonância,

🏷 Guia Prático

Onde ficar?

Eu fiquei hospedada no Hotel Miramonti, um ótimo hotel 4 estrelas e com um restaurante realmente muito bom!  (veja o texto sobre o hotel aqui).

Todo o pessoal do hotel foi muito gentil, nos recebeu no primeiro dia com um ótimo aperitivo e quem realmente deixou boas recordações foi o maître Roberto, sempre com um sorriso e uma animação nota 10! Ele é o que aparece no vídeo fazendo a sobremesa.

Eu fiz o pacote de esqui de 4 dias, você pode ver aqui e no site do hotel aqui, que incluía 4 noites, 4 jantares e um ski-pass para esquiar em toda área, e uma massagem.

Gastronomia local

Fruto da riqueza da terra, técnicas de processamento centenárias e uma rica tradição culinária, Campiglio oferece uma incrível variedade de produtos alimentares e vínculos para serem saboreados na hora (ou temperados na hora). Além do Spressa D.O.P., um antigo e saboroso queijo local, entre as carnes curadas recomendamos:

  • salame all’aglio della Val Rendena – salame de alho
    pancetta agliata – bacon de alho
    speck
    cacciatore di Caderzone a base di maiale, pepe e aglio – Caçador de Caderzone à base de carne de porco, pimenta e alho
    lardo aromatizzato – banha aromatizada
  • de Val Rendena

Entre os primeiros pratos de tradição são então imperdíveis:

  • polenta servita con selvaggina o crauti – polenta servida com caça ou chucrute
  • orzotto alle verdure – cevada com legumes

Depois, há as saborosas tartes salgadas à base de ervas aromáticas locais e cenouras, sem falar da caça: camurça, corça, javali e veado. E as sobremesas? A torta de maçã e nozes é o destaque. O que poderia ser melhor do que uma grappa aromatizada com frutas silvestres e plantas de altitude para terminar a refeição ? O pinheiro da montanha, o woodruff e a genciana são as ervas por excelência das bebidas espirituosas (licores) locais.

Aqui não faltam restaurantes, trattorias e pousadas do vale, além de cabanas de montanha. No entanto, comer em Madonna di Campiglio é bastante caro, já que estamos em uma estação de esqui particularmente famosa.

Quando ir?

Qualquer época do ano é perfeita para visitar Campiglio; tanto no verão como no inverno o resort de montanha oferece uma bela paisagem e inúmeras atividades para praticar. Temperaturas bastante frias no inverno, sem cair muito abaixo de zero, e ameno no verão traçam um clima que é adequado tanto para esportes de inverno quanto para agradáveis ​​itinerários de trekking durante o verão para escapar do calor abafado das cidades. Entre caminhadas na serra, passeios a cabanas de montanha, visitas a cabanas de montanha e saborosas pausas gastronómicas, esta localidade garante férias de diversão e bem-estar.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

4 comentários em “Onde esquiar na Itália: Madonna di Campiglio”

  1. Olá! Qual a melhor época do ano para ficar hospedado em Madonna (o objetivo é praticar esportes na neve))? Como é la no verão e como eu sei quais os meses de neve? (já procurei mas não consegui muitas informações, desde já agradeço)

    1. Neve é de metade dezembro a metade março.
      Mas tudo depende mesmo do tempo, as vezes o inverno chega mais cedo ou mais tarde.
      Inverno na Italia é sempre o contrário no Brasil, ou seja quando é verão no Brasil é inverno aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.