Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Lago de Como: o que ver e fazer num dos lagos mais bonitos da Itália

Vamos conhecer o Lago de Como, o que ver e fazer num dos lagos mais bonitos da Itália. O terceiro maior lago da Itália é repleto de atrações lindas e românticas, que mais parece um conto de fadas, com direito a castelos seculares, catedrais, mansões e montanhas com vistas cinematográfica dos Alpes e do Lago.

Tudo isso e muito mais você vai conhecer em Lago de Como. Vem comigo para esta viagem fantástica!

Introdução

Lago de Como, também chamado de Lario, é um lago natural italiano pré-alpino de origem fluvioglacial que e pertence aos territórios das às províncias de Como e Lecco, na região da Lombardia, ao norte da Itália, situada a 50 km de Milão.

O Lago de Como, que é o mais profundo lago da Europa, atingindo até 410 metros de profundidade. Possui 146 km2 de extensão em formato de “Y”, com águas cristalinas, em tons que variam entre o verde o azul, provenientes do degelo da neve nos alpes.

Reconhecido internacionalmente como um destino de alto padrão, o Lago do Como é muito visitado por turistas do mundo todo, com casas de celebridades em seu entorno. Geograficamente está bem próximo da Suíça, rodeado por altas montanhas e diversas cidades bucólicas, repletas de atrações e paisagens surreais.

As cidades à sua volta são puro charme, repletas de belezas urbanas como vielas, jardins e castelos incríveis, contrastando com a natureza, que forma cenários de tirar o fôlego! Um lugar romântico, ideal para quem aprecia cidades pequenas, com belas paisagens e ar puro.

Dentre elas encontram-se as cidades de Como, Belaggio, Menaggio, Tremezzo, Varenna, Cernobbio e Laglio. A forma mais interessante e rápida de visita-las é pegar a balsa que cruza o lago constantemente.

 

O que ver e fazer no Lago de Como

Este slideshow necessita de JavaScript.

1. Como 

A cidade que dá nome ao Lago de Como não poderia faltar nesta lista de passeios imperdíveis pelo Lario. Sim, o nome do lago é também  Lario, mas a maioria das pessoas o conhece como Lago de Como, precisamente porque a bela cidade de Como é banhada por suas águas.

Sua viagem em Como pode começar na  Piazza Vittoria, lar do monumento a  Giuseppe Garibaldi  (o famoso general italiano que libertou a cidade dos austríacos em 1859).

Ao longo das  muralhas medievais  que circundam o centro da cidade de Como, uma das coisas mais típicas de se ver é o  mercado ao ar livre, onde você pode encontrar roupas vintage e artesanato. Depois de entrar no centro da cidade, você notará a incrível quantidade de  cafés e lojas  que tornarão suas férias inesquecíveis. Se você adora moda, ficará feliz em saber que Como tem  muitas lojas de roupas para todos os bolsos .

Caminhe até a Piazza San Fedele e deixe-se levar pelas deliciosas ruelas do centro da cidade, onde poderá saborear um café com os habitantes locais. A Piazza San Fedele, originalmente um mercado de trigo, é uma das principais praças de Como e abriga uma bela  igreja românica  de 1120: a  Basílica de San Fedele. Se passar por esta pequena praça aos sábados, você terá a chance de se deparar com inúmeras barracas, onde poderá encontrar algumas  antiguidades e itens artesanais.

Seu passeio por Como deve continuar em direção à  Piazza del Duomo, que abriga a Catedral. Visitar a  Catedral de Como  (Duomo di Como ) é definitivamente uma das melhores coisas para fazer em Como, já que a igreja é caracterizada por um conjunto de estilos que vão do românico ao gótico. Bem entre a catedral e sua torre do sino, você encontrará o  Broletto (a antiga prefeitura), que já sediou assembleias públicas.

Ao caminhar à beira do lago, você verá Life Electric, o monumento recém-instalado do arquistar Daniel Libeskind. A  obra de vanguarda está localizada no fundo de uma pequena barragem artificial (denominada Diga Foranea) e é uma homenagem à pilha voltaica inventada por Alessandro Volta. Por falar em Alessandro Volta, não deixe de visitar o museu Volta, nas proximidades, que reúne evidências de seu trabalho e até mesmo a  primeira versão da bateria elétrica. Aproveite para relaxar no jardim entre o museu Volta e o Memorial da  Guerra  (Monumento ai Caduti ), um belo exemplo da arquitetura Racionalista.

Se você adora vilas históricas, dê um passeio ao longo da romântica Passeggiata Villa Olmo e chegue à imponente Villa Olmo, um edifício neoclássico que data de 1780. Villa Olmo é atualmente um local de prestígio para conferências, eventos e exposições de arte.

Quer desfrutar de uma vista deslumbrante da cidade de Como?

Visite  Brunate, uma cidade com vista para Como do topo de uma colina de 715 metros  de altura. O  Funicular Como-Brunate  – que sai da Viale Geno, muito perto da estação ferroviária Como Nord Lago – levará você a Brunate em poucos minutos (ver  horários e preços ).  O Funicular é um transporte incrível e histórico que liga a cidade de Como ao vilarejo de Brunate, no alto das montanhas, há mais de 100 anos. Possui vagões modernos e climatizados e a viagem até Brunate é feita em dez minutos, passando por áreas da floresta e por um pequeno túnel. Além de um meio de transporte é uma atração turística muito procurada, pois durante o trajeto da subida, é impossível não se encantar com as vistas cinematográficas do Lago de Como e com a beleza única das montanhas e dos campos ao redor de Brunate.  Já na cidade, do alto do morro, você encontrará esplanadas e restaurantes que, além de proporcionar um momento de relax, oferecem paisagens cinematográficas e inesquecíveis.

Uma vez lá, você pode caminhar por aproximadamente 35 minutos e chegar ao Farol da Volta  (Faro Voltiano, um belo farol que emite alternadamente luzes verdes, brancas e vermelhas (as cores da bandeira italiana).

Este slideshow necessita de JavaScript.

2. Varenna

Varenna é uma vila pitoresca e tradicional, uma parada obrigatória para quem deseja visitar uma das cidades mais típicas e tranquilas do lago.

A Piazza San Giorgio, no centro da cidade de Varenna, abriga a Igreja de San Giorgio. A igreja foi construída no século XIV em um estilo entre o românico e o gótico, e abriga muitas pinturas do final do século XV e XVI. Olhe para baixo e verá o pavimento maciço, inteiramente feito de mármore local.

Você pode ir em direção ao lago e caminhar pelas ruas estreitas que partem da Piazza San Giorgio. Cuidado ao caminhar : o piso é de paralelepípedo, e algumas vielas também são bastante íngremes.

Em um beco estreito chamado Contrada dei Sarti, bem no centro da cidade de Varenna, você terá a chance de encontrar Pelletteria Denti , uma loja de couro muito típica onde você pode comprar algo especial para levar para casa (carteiras de couro, cintos e bolsas são todos feitos na Itália!).

Em seguida, caminhe por entre as casas coloridas que iluminam a vila e chegue até Riva Grande, o charmoso calçadão do lago de Varenna. Você vai encontrar uma passarela que leva ao desembarque dos barcos, onde os barcos e balsas continuam indo e vindo.

Uma visita à  Villa Monastero  é definitivamente uma das melhores coisas que você pode fazer em Varenna. A villa já foi um antigo mosteiro, que mais tarde se tornou uma residência patrícia. Além de ser um centro de conferências internacional, Villa Monastero atrai turistas de todos os lugares por causa de seu belo  jardim botânico  que coleta  muitas espécies de plantas raras. Ao visitar esta famosa vila, terá também a oportunidade de conhecer a Casa Museu, um museu que reúne quatro séculos de história num ambiente elegante, caracterizado por uma decoração e mobiliário requintados. Lembre-se de que a Villa Monastero está aberta ao público apenas de março a novembro

Adjacente à Villa Monastero está  Villa Cipressi , um hotel de 4 estrelas perto do centro da cidade de Varenna. O complexo está rodeado por jardins seculares em terraço  que chegam às margens do Lago de Como, um local perfeito para casamentos e férias inesquecíveis. O nome de Villa Cipressi vem dos belos e  antigos ciprestes  que ainda podem ser encontrados em seus jardins.

Se você não se importa de caminhar, pode seguir o caminho ao longo do rio Esino e chegar ao Castello di Vezio, uma antiga fortaleza medieval com vista para Varenna. Foi um posto militar avançado da época medieval, construído pela rainha lombarda Teodolinda, com o objetivo de controlar o lago e as aldeias vizinhas. O castelo abriga uma exposição permanente dedicada ao  Lariosaurus  – um réptil marinho extinto do período Triássico Médio, que  deu origem a uma lenda  semelhante à do monstro do Lago Ness – e também um centro de treinamento de aves de rapina.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3. Bellagio

Sua viagem ao Lago de Como fica incompleta sem uma visita a sua pérola: Bellagio, um dos lugares mais bonitos da região da Lombardia, Itália. Bellagio está localizado a meio caminho entre os dois ramos mais ao sul do lago e é famoso mundialmente por suas belas vilas com vista para a água (como Villa Serbelloni ou Villa Melzi ).

As ruelas de Bellagio são tão bonitas que um simples passeio vale a pena. O centro histórico de Bellagio tem uma estrada principal, a Via Giuseppe Garibaldi, que chega a Punta Spartivento (ponta da vila) em menos de 10 minutos. A Via Giuseppe Garibaldi é cheia de lojas e butiques onde os visitantes podem encontrar comida local, artigos de couro, roupas, perfumes e muito mais. À esquerda da rua principal, várias ruelas levam ao lago. Essas  vielas  também estão cheias de  lojas e restaurantes … e escadas também! Portanto, use um par de sapatos confortáveis ​​e prepare-se para fazer muitos altos e baixos.

No centro da cidade, você pode chegar à Piazza della Chiesa e admirar a  Basílica de San Giacomo, uma igreja românica construída entre os séculos XI e XII.

Depois de caminhar na romântica margem do Lungolago Lario Manzoni, você chegará à mundialmente famosa Villa Serbelloni, um hotel de luxo construído no século 15 e atualmente propriedade da Fundação Rockefeller.

Um passeio pelos  jardins da Villa Melzi  é definitivamente uma das melhores coisas para fazer quando você está em Bellagio.
A villa, aberta de março a outubro, foi construída entre 1808 e 1810 por encomenda de Francesco Melzi d’Eril, duque de Lodi, e seus jardins foram projetados por Luigi Canonica e Luigi Villoresi. O parque abriga um grande número de  árvores exóticas, camélias e azaléias, entre outras. Aqui, o visitante pode escolher entre diferentes percursos, uma vez que estes jardins reúnem muitos elementos de interesse artístico, cultural e histórico. O preço de entrada é de € 6,50.

Pegue a Via Eugenio Vitali e, após uma curta caminhada, chegará a  Punta Spartivento. Você se encontrará no meio dos três braços do lago, onde os barcos estão atracados e onde você terá a chance de relaxar e tirar fotos incríveis.

Um lugar para relaxar

Outro ótimo lugar para relaxar é  Pescallo, uma antiga vila de pescadores localizada a sudeste do promontório. Uma trilha em degraus, que começa na prefeitura de Bellagio, leva você até lá em cerca de 10 minutos. Pescallo é um  destino muito procurado para a prática de esportes, por isso não perca a oportunidade de fazer  passeios de caiaque ou esqui aquático!

4. Cernobbio

Sentada aos pés do Monte Bisbino, Cernobbio é uma pequena cidade localizada a noroeste de Como. É uma estância de férias popular devido à sua proximidade com a cidade de Como, a 10 minutos de carro, e outras cidades lacustres populares como Argegno e Tremezzina, todas acessíveis de autocarro  em 20 e 35 minutos, respectivamente.

Cernobbio também é o lar de algumas das vilas mais famosas do Lago de Como, incluindo as impressionantes Villa d’Este e Villa Erba. Você pode chegar a todas essas vilas com um agradável passeio pela pitoresca cidade de Cernobbio.

A história de Cernobbio remonta ao século XII, quando começou a surgir uma pequena aldeia junto a um claustro cristão denominado Caenobium. Mais tarde, a introdução de uma fazenda de seda (propriedade da rica família Bernasconi) foi o motivo de um grande crescimento da cidade.Ao chegar a Cernobbio vindo de Como, você encontrará Villa Bernasconi, a vila que já foi a residência da rica família Bernasconi.

Cem metros à frente, a 3 minutos a pé, Villa Erba é onde o famoso diretor e roteirista Luchino Visconti passou muitos de seus verões. Villa Erba é uma verdadeira obra-prima da arquitetura de 1800, cheia de afrescos de tirar o fôlego , quartos com paredes embutidas e majestosos salões de dança que permitirão que você viva a atmosfera do Leopardo ( Il Gattopardo ).

Da Piazza Risorgimento de Cernobbio se tem uma vista inspiradora do Lago de Como. Esta parte da cidade é conhecida localmente como Riva di Cernobbio e abriga muitos bares, restaurantes e até um playground para as crianças.

Se você é um amante da música, vai adorar os muitos eventos e concertos que acontecem no Riva durante o verão. Além disso, não perca a oportunidade de fazer um passeio de barco do cais de Navigazione Lago di Como para outros destinos de seu interesse, como Como, Argegno ou Bellagio.

Depois de uma curta caminhada pelas ruas estreitas de Cernobbio, a 10 minutos a pé de Riva di Cernobbio, você pode chegar à magnífica Villa d’Este, uma residência renascentista localizada nas margens do Lago de Como. Villa d’Este sempre foi um resort para políticos, intelectuais e eclesiásticos; hoje, a villa é um hotel de luxo.

5. Menaggio

Ao chegar em  Menaggio, comece seu passeio pela  Via Calvi  e depois vá a  Igreja de Santa Marta, que se encontra no meio da rua.  Reserve algum tempo para visitar o interior da igreja e admirar as pinturas antigas que datam do século XVII.

Continuando sua caminhada em direção ao Lago de Como, você chegará à  Piazza Garibaldi, um lugar fantástico para tomar um café ou um sorvete enquanto desfruta de uma  vista  deslumbrante do lago. O elegante  calçadão do lago de Menaggio  começa na Piazza Garibaldi e é o lugar perfeito para um passeio relaxante entre  canteiros de flores e casas coloridas .

Durante o seu passeio pela  Viale Benedetto Castelli , a estrada que acompanha o Lago de Como, você notará muitas facilidades que permitem  fazer um passeio de barco ou alugar um barco em Menaggio.

A parte alta da cidade ainda mantém um  aspecto medieval  e é caracterizada por vielas estreitas, escadas íngremes e edifícios de pedra. Se quiser visitar a parte mais antiga de Menaggio, vá até a Via Castellino da Castello e caminhe ao longo das  enormes paredes perimetrais  que outrora delimitavam o antigo castelo, agora em grande parte demolido.

Entre na estreita Via Strecium e veja a pitoresca ponte sobre o  riacho Senagra, de onde você pode apreciar o som da cachoeira. Na ponte você encontrará um baixo-relevo de Vannuccini, bem como uma capela dedicada à  Madonna di Caravaggio  (onde ocorreu  aparição da Virgem Maria em Caravaggio, em 1432).

Foto: Wikipedia Commons – Di Ray Swi-hymn from Sijhih-Taipei, Taiwan – 20170707_LakeComo_0091, CC BY-SA 2.0

6. Isola Comacina

Isola Comacina  é a única ilha do Lago de Como. Localizado nas águas de  Tremezzina , a poucos quilômetros ao norte de  Argegno, este pequeno pedaço de terra está quase desabitado e recebe muitos visitantes curiosos no período entre março e outubro.

A Isola Comacina domina a  Zoca de l’oli, uma baía que leva o nome da  produção local de azeitonas  favorecida pelo clima particularmente ameno que caracteriza a área.

A Isola Comacina hoje abriga a  Igreja de San Giovanni, um conjunto de sítios arqueológicos (principalmente ruínas de igrejas), e as  três casas de artistas , além de uma popular pousada que foi construída em 1964 e ainda oferece aos visitantes algum relaxamento após um agradável andar.

Como chegar à Isola Comacina

Naturalmente, você só pode  chegar à Isola Comacina de barco. O serviço de barco público  permite que você chegue à ilha de qualquer lugar do  Lago de Como. Basta consultar os horários no site oficial da empresa para encontrar o desembarque que mais lhe convém. Mas se você já está em Tremezzina, pode pegar o  barco táxi na localidade de Ossuccio. O barco táxi começa perto da bela Igreja de Santa Maria Maddalena, cuja torre sineira é claramente visível da estrada. Você pode comprar sua passagem diretamente a bordo. Em Ossuccio ainda, fica a belissima Villa Balbiano.

Outros locais interessantes no Lago:

 

7. Monte San Primo

Esse é o nome da montanha mais alta do Triângulo Larian, situada na província de Como, que fica a apenas alguns quilômetros de Bellagio. O Monte San Primo tem 1.582 metros de altura, dois teleféricos e 5 km de pistas, sendo que uma das pistas é dedicada ao bobsled e trenó. O ponto mais fácil de teleférico fica na localidade de Piano Rancio, onde se chega de carro. De Piano Rancio pode-se subir à montanha também a pé, por uma pequena estrada que passa pelo Monte Ponciv, chegando ao Alpe Borgo e depois ao cume do Monte San Primo. Mas o ponto mais fácil para se chegar ao cume da montanha a pé, é saindo de Genzianella, com 2 a 3 horas de caminhada. O ponto mais alto do cume tem como marca duas antenas de rádio, uma cruz, um ponto trigonométrico do Instituto Geográfico Militar e uma pedra angular geográfica. Seja para esquiar ou mesmo apreciar a vista inigualável do pré-alpes de Como, subir ao cume do Monte San Primo é um passeio que vale a pena.

8. Madonna del Ghisallo

É uma pequena igreja situada em Magreglio, situada na província de Como, que se tornou local de peregrinação de ciclistas vindos do mundo todo, e hoje conta com um anexo que é destinado a um museu de ciclismo. Madonna del Ghisallo é venerada especialmente pelos ciclistas. Tanto que em 1948 foi proclamada pelo papa Pio XII como Patroa universal dos ciclistas. No interior do santuário encontra-se lembranças de célebres ciclistas, dentre elas as bicicletas de Coppi, Bartali, Felice Gimondi, Francesco Moser e Eddy Merckx, t-shirts de corredores e a bicicleta da equipe Motorola que a pilotava no Tour de France de 1995, quando caiu e morreu.

9. Orrido de Bellano

Orrido de Bellano é um canyon natural situado à beira do Lago de Como, na cidade de Bellano, formado ao longo de 15 milhões de ano, pela água do riacho Pioverna e pelo degelo de uma geleira. Essas águas, de tons verde jade, foram escavando uma profunda garganta entre as cidades de Bellano, Valsassina e Tracena, formando lindas cascatas, grutas escavadas nas rochas e uma vegetação incrível. A água que cai das cascatas e segue em frente por entre as rochas. Em séculos passados a força dessas águas foram usadas para mineração pelas fábricas locais. Mais tarde, com a chegada da eletricidade, foram instalados condutores nessas montanhas, que garantem a energia de duas centrais hidroelétricas até hoje. Em Orrido foram montadas passarelas fixas na rocha que garantem um percurso seguro, de beleza única, que é feito em cerca de uma hora.

Prato típico

Prato típico do Lago Como: Um prato típico da região do Lago Como é polenta com misultin. A receita é feita com filés do peixe Agoni, viscerados e salgados, curados ao sol e depois grelhados. São servidos com polenta grelhada.

Qual é a melhor época do ano para visitar o Lago de Como?

A  melhor época para  visitar o Lago de Como é entre março e novembro, devido à temperatura amena que permite desfrutar de passeios de barco e caminhadas. Considere, entretanto, que o verão é a alta temporada e as cidades mais populares (como Bellagio e Varenna) podem ser bastante cheias. Se você preferir um período de silêncio, considere visitar o Lago de Como no inverno !

Como se locomover no lago

Existem muitas maneiras diferentes de  se locomover pelo Lago de Como sem um carro: o transporte público ou particular o levará aonde você quiser.

  • Se você está planejando visitar uma cidade no lado oeste do  Lago de Como (Como, Bellagio,  Menaggio  e  Tremezzina,  entre outros), os  ônibus e o serviço de barco são uma ótima maneira de se mover de cidade em cidade.
  • Se você deseja visitar uma cidade do lado oriental (Lecco,  Varenna , Colico, etc.), o  serviço de trem  é provavelmente a melhor opção. Lembre-se de que os trens não operam no ramal oeste, mas de ambas as estações de trem na cidade de Como (Como S. Giovanni e Como Nord Lago), você pode pegar um ônibus que o levará a algumas das cidades mais populares do  Lago de Como.

Barco

Passeios de barco e passeios no Lago de Como são algo que eu definitivamente recomendo para quem deseja viver suas férias da melhor forma. Os passeios de barco são basicamente de dois tipos:  públicos  ou  privados . Você pode escolher a experiência de sua preferência com base nas suas necessidades, especialmente no tempo e no orçamento que você tem disponível.

O serviço público de embarcações é prestado pela  Navigazione Laghi , cuja frota é composta basicamente por três tipos de embarcações , cada uma com as suas próprias rotas:

  • Rotas motorizadas ( Corse Battello )
    • As locações a motor conectam todas as cidades ao longo das margens do Lago de Como (lembre-se sempre de verificar os horários da rota desejada)
    • Eles oferecem um serviço lento, e são perfeitos para quem quer aproveitar a viagem e tirar muitas fotos
    • As empresas motorizadas operam duas rotas principais:
      • Como-Colico : esta rota pára em cada cidade do sudoeste ao norte (incluindo Argegno, Tremezzo, Bellagio e Varenna)
      • Lecco-Bellagio ( apenas no verão ): esta rota atende apenas cidades no braço sudeste do lag
  • Rotas de hidrofólio ( Corse Rapide )
    • Hidrofólios conectam as principais cidades ao longo das margens do Lago de Como (exceto para o braço sudeste)
    • Eles oferecem um atendimento rápido e são perfeitos para quem tem pouco tempo e quer aproveitar ao máximo sua viagem
    • Hidrofólios  fornecem um serviço rápido, por um preço um pouco mais alto. A viagem inclui menos paradas, embora os principais destinos sejam sempre garantidos. Lembre-se de que esta rota não atende às cidades do braço sudeste do lago
  • Rotas de balsa ( Corse Traghetto )
    • Eles conectam apenas as cidades na parte central do lago
    • São o único tipo de barco que permite o transporte de carros
    • As balsas são maiores do que as locomotivas normais e conectam apenas  as seguintes cidades localizadas na  parte central do lago : BellagioVarenna, Menaggio  e Cadenabbia.

🏷 Guia Prático

Se você chegou até aqui, nessa viagem virtual pelo Lago de Como, é porque planeja visitá-lo em sua viagem à Itália.

Curtir castelos, catedrais e museus repletos de história, subir aos montes mais altos e ver o Lago aos seus pés, tendo ao fundo as montanhas alpinas é o sonho de muita gente, e agora o seu!

Então, compartilhe este post com as pessoas que mais ama, faça todos os preparativos e vá lá conferir de perto o e o Lago de Como tem de tão atraente.

Veja, em nosso blog, mais textos sobre outros lagos da Itália, como o Lago Maggiore, Lago de Garda, dentre outros.

Aproveite e contrate já um guia em português para fazer tour de um dia de Milão ao Lago de Como. E boa viagem!

Como irMAPA

Você pode visitar o Lago Como partindo de Milão

1 – De trem – opção mais barata

  • Partindo da estação Milano Cardona há um trem que vai direto ao Lago Como. A duração do trajeto é de 1 hora.
  • Partindo da estação Milano Centrale há um trem para a estação Como San Giovanni, que é um pouquinho mais afastada do terminal do porto onde você embarca para visitar as pequenas cidades às margens do Lago Como. Mas nada além de 12 minutos de caminhada.

2 – De ônibus – Partindo da Piazza del Duomo à Stazione Como Nord Lag – Trajeto de 1 hora de ônibus, mais 16 minutos a pé (1,3k).

3 – De carro – opção mais rápida – Partindo de Milão à Stazione Como Nord Lag – Trajeto de 50,3k – 38 minutos

Observação: Pode-se fazer um bate volta de um dia, partindo de Milão. Para mais informações, clique AQUI.

Distância: De Milão ao Lago Como – 50 km

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

2 comentários em “Lago de Como: o que ver e fazer num dos lagos mais bonitos da Itália”

  1. Excelente! Prático, objetivo, claro. E as dicas sobre os passeios de barco, fantásticas e esclarecedoras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.