Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Roteiro de 1 dia em Treviso, a pequena Veneza

Se você está fazendo um tour pelas cidades italianas ou está planejando um roteiro de viagem, não deixe de incluir um dia em Treviso!

La Piccola Venezia: Treviso

Também conhecida como a “Pequena Veneza”, por conta dos vários canais que você encontra nas ruas. Porém, não é só por conta dos canais que Treviso é um lugar que atrai a milhares de turistas todos os anos. A vista além de maravilhosa, transporta todos a uma visita para o passado.

As ruas e vielas do centro histórico mantêm grande parte das estruturas antigas, por isso não é difícil se encantar com cada pedacinho de Treviso, durante essa passagem rápida por essa cidade italiana.

Gostou da ideia de passar um dia em Treviso? Então, não perca tempo e já coloque esse destino no seu roteiro de viagens com base nas dicas que listamos logo abaixo. Vamos lá?

História

Antes de partirmos para o que ver em um dia em Treviso, que tal conhecer um pouco da sua história? Porque assim que chegar nessa cidade, você verá que o que não falta é história, com tantos edifícios antigos.

Existem várias construções medievais espalhadas pelas ruas e vielas de Treviso, que contam um pouco de como a cidade foi fundada. Isso porque, La Piccola Venezia — A Pequena Veneza, em português — foi ocupada por várias nações.

Porém, hoje essa cidade é um grande polo industrial que reúne várias empresas de diferentes setores, inclusive de moda, como por exemplo a marca United of Benetton, muito famosa em todo mundo.

Agora, se você ouvir o nome Urbs picta, saiba que esse também um jeito de referir a Treviso, ou seja, cidade pintada. Mas esse nome não é por acaso, tem uma história por trás.

Como no século XII, a cidade italiana não recebia nenhuma pedra de alto valor aquisitivo, como o mármore para incluir nas construções, era um costume pintar as fachadas das casas.

Por conta desse costume, hoje existem diversos afrescos — pinturas na parede —em palácios e casa, decorando várias construções espalhadas pela cidade. Apesar que durante a Segunda Guerra Mundial, em 1944, essas mesmas estruturas foram bombardeadas e várias dessas construções foram destruídas, mas não foram totalmente perdidas.

Inclusive essa é uma das características que fizeram que a cidade ganhasse um charme a mais, que você pode conferir em um dia em Treviso.

Treviso - Itália

Brasil e Itália, qual a relação com Treviso?

Você sabia que existe uma relação próxima entre o Brasil e Treviso? Então, isso porque a maioria dos italianos que imigraram para o território nacional vieram especificamente dessa cidade italiana.

E por conta desse motivo, muitos brasileiros com origem italiana vão até esse destino para conhecer a história dos seus antepassados.

Inclusive, existe uma construção, Piazza dei Signore, com o nome de várias pessoas que sacrificaram as suas vidas em combate e que foram condecoradas. Por isso, pode ser que você encontre o nome de um dos seus ascendentes.

Se você continuar caminhando pela cidade, também encontrará outra homenagem a quem lutou na guerra, o monumento ai Caduti delle Guerre, na Piazza della Vitoria.

O que visitar em 1 dia

Gostou da ideia de fazer um bate e volta entre Veneza e Treviso? Então não deixe de conferir algumas dicas de lugares para visitar em um único dia.

Assim, com a lista a seguir, você poderá conferir quais os pontos turísticos mais visitados e a sua história e depois decidir qual o melhor destino para incluir no seu roteiro de viagens.

Porém, lembre-se que como é um dia em Treviso, o seu tempo é limitado e para que possa aproveitar tudo que quiser é importante ter um cronograma que te permita ver tudo que está na sua lista.

Veja a seguir algumas atrações turísticas que a “Pequena Veneza” tem a oferecer para você!

Treviso - Itália

1 – Não deixe visitar as praças e palácios

Começando pelo centro histórico, onde fica o coração da cidade, já que é possível encontrar diversos palácios e praças encantadoras, que transformam o local em um ambiente de outra época.

A primeira praça que você deve visitar, nem que seja para descansar um pouco é a Piazza dei Signore e de lá admirar o Palazzo dei Trecento, hoje é a sede da Câmara Municipal, bem como a sede de exposições e exposições. Está localizado na Piazza dei Signori, e aconselhamos que você consulte as exposições programadas no site oficial, talvez haja algo que possa interessar a você.

Também chamado de Palácio da Região, esse é um local que chama a atenção pela arquitetura que foi iniciada em 1185 e concluída somente em 1268, mais de um século depois.

Nesta mesma praça, há outro importante palácio: o Palazzo Podestà. Foi construído no século 13, mas, ao longo dos anos, foi destruído, reconstruído e renovado várias vezes. O nome deriva de sua função: já foi a sede do Podestà de Treviso, que se mudou para cá com toda a família. Hoje não pode ser visitado no interior, pois abriga a Prefeitura de Treviso.

Acima do palácio está a Torre Cívica, considerada um dos símbolos de Treviso! Tem cerca de 48 metros de altura e é o edifício mais alto da cidade. Infelizmente, nem a torre pode ser visitada por dentro, mas existem vários projetos no terreno para podermos abri-la ao público e visitantes, que assim poderão desfrutar de uma vista maravilhosa da cidade de cima!

Bombardeado em 1944 durante a guerra, o que você encontra hoje é uma restauração feita décadas depois para retornar a sua forma original.

Assim, a grande vantagem de começar o roteiro pelo centro histórico é que os pontos turísticos são próximos, tornando mais fácil e rápido visitar tudo em um dia em Treviso.

2 – A Pescheria e a Ponte de San Francesco Cagnan

Depois que visitar o Palazzo dei Trecento, vá para até o Pórtio que você chegar até um lugar chamado de “zona das águas”, onde está o rio Sile. De lá você já poderá ver uma pequena ilha chamada de Pescheria.

Já repetimos várias vezes que a beleza e a vida real de Treviso também estão ligadas à água, graças aos canais que atravessam todo o centro histórico. E bem no centro está a Isola delle Pescheria, uma ilha de caráter fluvial ao longo do canal Cagnan. O ilhéu está ligado às ruas por duas pontes que podem ser facilmente atravessadas a pé.

O famoso e antigo mercado de peixes é realizado todas as manhãs na Isola della Pescheria, e é certamente uma das áreas mais bonitas e características de Treviso. Aqui poderá saborear algumas especialidades de Treviso, bem como comprar peixe fresco! Além disso, no Natal torna-se ainda mais fascinante graças às luzes que são colocadas ao nível da água e à volta dos edifícios, tornando o ambiente ainda mais mágico.

Tire uma foto do moinho: no lado sudeste fica o Mulino Pescheria, um dos moinhos mais antigos de toda Treviso, que servia para limpar a água da praça.

Agora, se você está procurando por uma beleza única, vá para o Canal Cagnan, que de lá é possível conhecer uma das pontes mais famosas da cidade italiana, a Ponte de San Francesco.

Essa é uma oportunidade de parar e tirar uma bela foto para mandar para os seus familiares e amigos.

Foto: Wikipedia Commons
CC BY-SA 3.0

3 – Continuação do passeio: Porta de San Tomaso

Seguindo com o passeio, atravesse a Ponte de San Francesco para chegar até a conhecida Porta de San Tomaso, que é toda entalhada por detalhes venezianos. Assim, se você observar bem poderá ver várias figuras no monumento, como troféus e brasões, contando um pouco da história de Treviso.

Dali você já pode aproveitar e ir até as muralhas da cidade, que são visíveis desde a Porta de San Tomaso. Construídas em 1509, com o objetivo de proteger a cidade de ataques, hoje é um grande marco. Integradas com um sistema hidráulico, elas ajudavam a drenar a água que costuma inundar as passagens ao redor.

Mas não é só a Porta de San Tomaso que chama a atenção, a Porta Santi Quaranta é outra estrutura que era usada como portarias da cidade italiana. Inclusive ao oeste ainda é possível ver a guarnição que era usada para manter a segurança dos moradores locais.

Treviso - Itália

4 – Pizza Duomo, Catedral de Treviso

Como você já deve ter percebido, a cidade de Treviso é cheia de imponência, por isso, se quiser aproveitar tudo que o local tem a oferecer, você não pode deixar de ir até a Catedral (Duomo). Fundada em cima de um templo cristão, mesmo nos dias de hoje é possível encontrar os seus vestígios em volta da Catedral.

No interior, existem várias obras famosas, incluindo o altar-mor dedicado pelo escultor Tullio Lombardo e a Anunciação de Ticiano. Ao lado da Catedral fica o Batistério de San Giovanni, uma pequena igreja que até o século XIX era a única pia batismal da cidade.
Mas não é só o seu interior que encantam aos turistas, na sua fachada é possível ver um pórtico com colunas imensas, que mais lembram a um tempo romano antigo do que uma igreja do século XV. Datada do século XI, ainda é possível ver a cripta original que ficou preservada.
Atrás da Catedral encontra-se o Museu Diocesano de Arte Sacra, instalado no edifício Canonici Vecchie do século XII, que no passado foi também a sede dos cónegos da Catedral de San Pietro Apostolo. No interior você pode admirar obras de vários artistas, principalmente do Veneto. Aqui também estão preservados dois fragmentos de afrescos do vizinho Palazzo Vescovile.
Treviso - Itália

5 – Igreja de San Nicolò, Camaggiore e Fonte dos Seios

Assim que sair da Catedral, aproveite para ver a segunda mais importante igreja dessa cidade italiana, a San Nicolò, que conta com doze pilares e vários afrescos que encantam quem visita o local.

A sua construção remonta ao século XII pelos frades dominicanos e, hoje em dia, é certamente um dos melhores exemplos do estilo gótico na Itália, portanto verdadeiramente imperdível. No interior, há afrescos maravilhosos de Tomaso da Modena e seus alunos. Além disso, perto da igreja estão o Seminário Episcopal da Diocese de Treviso e o Instituto Diocesano de Música Sacra.

Seguindo a diante, vá para o centro comercial de Treviso, que fica a Via Camaggiore. Na Idade Média, sua tarefa era conectar simbolicamente os dois centros de poder: a Catedral, sede do poder espiritual, e o Palazzo dei Trecento, o centro do temporal.

Nesta rua você encontrará várias lojas, bares e restaurantes para dar uma pausa nessa rota de um dia em Treviso.

Depois que já tiver descansado e relaxado ao estilo trevisiano, não fique parado e volte para a Piazza dei Signori, que lá você encontrará uma escultura um tanto curiosa: a Fonte dos Seios, ou simplesmente,  Fontana delle Tete original de 1559, que, por ocasião de comemorações particulares, “jorra” vinho branco e tinto. Esse é um ponto turístico bem similar ao da Julieta que você encontra em Verona, já que é uma fonte com uma mulher nua, jorrando água pelos seios. Um tanto curioso, não é?

Hoje, a fonte original foi removida e colocada sob a loggia do Palazzo dei Trecento, enquanto uma cópia de trabalho foi colocada no pátio de uma pequena galeria que conecta via Calmaggiore com a piazzetta della Torre e a calle del Podestà.

6 – Vale a pena parar na Loggia dei Cavalieri

Por último, encontre a Via Martiti della Libertà, já que lá que você poderá ver a Loggia dei Cavalieri. Essa é uma estrutura considerada um grande marco político, representando o poder dos nobres do período podestà. Construída nos anos 1266-67, serviu de local de encontros, institucionais e não, entre nobres.

Apesar de ser uma construção simples, vale a pena passar por esse monumento e ficar alguns minutos admirando os detalhes da construção, como vários afrescos belíssimos.

Treviso - Itália

7 – Canale dei Buranelli

O Canale dei Buranelli é certamente um dos locais mais românticos de Treviso e uma das suas vistas mais bonitas! Ele está localizado no centro histórico, a poucos passos da Piazza dei Signori. É um braço de rio que atravessa toda a cidade, criando diferentes canais e maravilhosos recursos hídricos em cada esquina. Os outros dois canais são o Cagnan Grande, o maior, e o Cagnan della Roggia, chamado Siletto.

Treviso - Itália

Durante o período de Natal, luzes são instaladas ao longo do canal que, refletindo no canal, oferecem um show emocionante. Caminhando ao longo da margem do canal entre as arcadas ou atravessando as várias pontes, pode-se ter vistas verdadeiramente únicas.

Vila Tiepolo - Treviso - Itália

8 -Villa Tiepolo Passi

Uma das belezas arquitetônicas dos arredores de Treviso, a Villa Tiepolo Passi está localizada em Carbonera, um pouco fora do centro cidade de Treviso. Exemplo de villa veneziana pós-Palladiana, foi residência de numerosas famílias nobres, até ao Conti Passi de Preposulo, fundada nos anos 1800 e atuais habitantes.

No interior da Villa é possível admirar uma série de afrescos do século XVII de Pietro Antonio Cerva Bolognese, enquanto o exterior é guardado pelos bustos dos filósofos Demócrito e Heráclito, posicionados de forma a observar o nascer e o pôr do sol. do solstício de inverno, um símbolo do importante papel agrícola da Villa.

Lá fora, o elegante jardim italiano, com viveiro de peixes e estátuas do Torretto, é um dos raros exemplares que sobraram da época da Sereníssima.

Conhecer Treviso em 1 dia

Já está preparado para fazer essa viagem rápida de um dia em Treviso? Com essas opções de lugares para visitar e aproveitar a cultura local, que listamos acima, você já está preparado para começar a explorar a Itália.

Porém, se tiver receio e quiser contar com um tour guiado para ter certeza de que não vai perder nada, conte com o TourNaItalia.com. Em nosso site é possível encontrar opções de guias de turismo particulares e em português.

Acesse e veja como podemos te ajudar. Assim, você terá a certeza de que aproveitou o que melhor Treviso tem a oferecer.

Treviso - Itália

🏷 Guia Prático

Onde e o que comer?

Entre delícias gastronômicas e uma viagem pela história de uma cidade milenar, recomendamos que você faça a viagem com um guia turístico. Ele poderá te mostrar os segredos e melhores locais para desbravar a cidade. Conheça os nossos serviços! Além disso, ainda possuímos serviços de transporte com motorista por toda a região de Vêneto.

Além de todos os curiosos e encantadores pontos turísticos da cidade, você não pode esquecer de experimentar o tradicional tiramisù, uma sobremesa com café, chocolate mascarpone. Apesar de um doce popular em diversos países, sabe onde ele foi criado? Isso mesmo, em Treviso! Provar o sabor original é uma experiência que você não pode perder.

Mas a gastronomia trevisiana não se resume a esse delicioso doce, por isso tente provar alguns dos pratos mais tradicionais enquanto estiver andando pelas ruas de Treviso. Inclusive, procure experimentar os pratos que usam ingredientes locais, como funghi, radicchio — uma folha da mesma família da chicória — e o asparagi Bianchi, ou seja, aspargos brancos.

Alguns dos restaurantes mais conhecidos em Treviso são : Da Fausta Pizzeria, Osteria Muscoli e Trattoria Antica Torre.

Dicas:

  • Cicchetto da Acquasalsa: impossível ir a Treviso sem um aperitivo acompanhado de cicchetti. E um dos melhores lugares é definitivamente Acquasalsa, na ilha Pescheria, com uma grande escolha de cicchetti
  • Brunch na Malvasia: ao entrar pela Malvasia, no centro de Treviso, sentirá que entrou num lugar mágico, saído dos contos de fadas. Troncos como cadeiras, um lindo terraço no canal e brunches requintados, com opções doces e salgadas
  • Aperitivo ao pôr do sol em Silea: nos arredores de Treviso, vá até a Osteria Da Nea local para um aperitivo diretamente no rio. Você pode tomar um copo e uma dose, sentar do lado de fora e assistir ao pôr do sol. Um lugar muito querido pelos jovens.
Onde ficar?

Existem hotéis em todos os tipos de faixas de orçamento, desde hotéis de baixo custo até hotéis de alto orçamento. A maioria deles está localizada perto da estação ferroviária da cidade e tende a ser muito cara na alta temporada turística. Os hotéis mais conhecidos em Treviso são o Hotel La Meridiana, o Hotel Relais Monaco, o BHR Treviso Hotel e o Ca’Maffio Hotel.

Como chegar?

A cidade fica a 30 km de Veneza e a cerca de 50 de Pádua.

  • De trem:  há uma estação ferroviária na cidade, então os visitantes também podem chegar de trem a Treviso. A linha na qual Treviso está localizada conecta Udine a Venezia.
  • De avião: há um pequeno aeroporto na cidade que é usado principalmente por empresas de viagens aéreas de baixo custo como a Ryanair.
  • De ônibus: é possível chegar ao centro com o ônibus ACTT Linha 6 – Há muitos serviços de ônibus na região que os visitantes podem usar para chegar a Treviso. Os ônibus regionais operados pelo estado são bastante frequentes e confortáveis.
  • De carro: com carro próprio pode chegar facilmente a Treviso pela rodovia A4 saindo de Torino. A rodovia A13 que liga Bolonha a Pádua também pode ser usada pelos visitantes.

Informações Importantes

DICASEVENTOS

Movimentando-se: Treviso está espalhada por uma área de 55 km², por isso é bastante compacta. O centro da cidade é muito bonito e pitoresco. Também é muito compacto para que os visitantes possam explorá-lo facilmente a pé. Existem muitas boas ruas pedonais ladeadas por árvores frondosas, por isso, mesmo nos meses de verão, caminhar não é muito difícil. Os visitantes também podem alugar bicicletas em várias lojas da cidade para se locomover na cidade ou para visitar as vilas localizadas perto da cidade. Os ônibus públicos também estão disponíveis em Treviso.

Museus a pagamento:
Villa Tiepolo Passi – Viale Brigata Marche 24, em Carbonera. Pode ser alcançado entre Treviso de carro pela Viale Brigata Marche (4,6 km, 10 min) ou pela linha de ônibus direta 10 (de Ponte San Marino para Cassamarca 18 min, depois 10 min a pé até a vila) – Horário: visitas guiadas de março a novembro, todos os domingos às 11h. Visitas no meio da semana a combinar, mínimo 4 participantes, consultar o site oficial  – Ingresso: € 12,00
  • Festa dei Buranelli: na segunda quinzena de junho, a famosa e sincera Festa dei Buranelli é realizada. No pórtico de Buranelli realizam-se concertos, espectáculos de fantoches e provas de especialidades locais.
  • Treviso no Natal: experimente a magia do Natal em Treviso, quando os canais são decorados com lindas luzes, um carrossel para crianças é instalado na praça central e toda a cidade brilha ainda mais

 

Galeria de Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pronto para conhecer o Vêneto? Entre delícias gastronômicas e uma viagem pela história de uma cidade milenar, recomendamos que você faça a viagem com um guia de turismo. Ele poderá te mostrar os segredos e melhores locais para desbravar a cidade. Conheça os nossos serviços! Além disso, ainda possuímos serviços de transporte com motorista por toda a região de Vêneto.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.