Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

O que é e onde fica o Salento?

Banhada pelo mar Adriático e pelo mar Jônico, Salento é um dos principais destinos da Puglia graças a suas praias de águas cristalinas, vilarejos charmosos, castelos e fortalezas e é claro, a gastronomia incomparável da Itália.

Se você está pensando em incluir a região na sua viagem à Itália, então leia este artigo até o final.

Veja quais são as melhores atrações da região, os pratos mais deliciosos que você precisa provar e muito mais.

Porque o nome Salento?

O nome “Salento” significa “terra cercada pelo mar”.  Os romanos chamavam de “sallentini” os habitantes dos pântanos  que se estendiam ao redor do Golfo de Taranto, em direção ao sul, e o escritor latino Plínio, o Velho, nos lembra que «Salento em Messapian significa ‘mar’». Segundo o historiador grego Strabo, o topônimo deriva do nome dos colonos cretenses que se estabeleceram aqui, chamados “Salenti”, pois são originários da cidade de Salenzia. A hipótese do estudioso romano Marco Terenzio Varrone, por outro lado, é a de uma aliança estipulada “in salo”, ou seja, no mar, entre as três etnias que povoaram a região: cretenses, ilírios e lócrios. Segundo uma lenda, finalmente, o termo deriva do rei Sale, mítico rei dos Messapians, cujo sobrinho, o rei Messapian Malennio, filho de Dasumno, fundou Sybar (primeiro nome da cidade costeira de Roca, que significa “Cidade do Sol” ), assim como Lyppiae (atual Lecce) e Rudiae.

Onde fica o Salento?

Salento (Salentu no dialeto Salento; Salènde no dialeto Tarantino; Σαλέντο, Salénto em grego), também conhecida como a península de Salento, é uma sub-região do sul da Puglia, localizada entre o Mar Jônico a oeste e o Mar Adriático a leste. Figurativamente, constitui o salto da bota italiana e é a área mais oriental da Itália.

Os habitantes da área, que inclui toda a província de Lecce, uma grande parte da de Brindisi e a parte oriental da de Taranto, distinguem-se por características históricas, linguísticas e culturais em comparação com o resto da Puglia. De fato, Salento foi identificado como uma entidade independente na antiguidade clássica com as denominações intercambiáveis ​​de Messapia, Calábria e Sallentina, e novamente na época de Augusto, como sugerido pela dupla nomenclatura Regio II Apulia et Calabria. Do ponto de vista legal, Salento dentro do Reino de Nápoles, mais tarde Reino das Duas Sicílias, coincidiu quase perfeitamente com o distrito territorial chamado Terra d’Otranto, que durante séculos sobreviveu às reformas administrativas.

Um isolamento que durou muitos séculos, que só agora está se perdendo e permitiu que sua natureza fosse preservada intacta, seu mar incontaminado e seu folclore genuíno .

Diferente das outras províncias da Puglia por sua conformação geográfica, tradições, gastronomia, dialeto, usos e costumes, tanto que o Salento quase fala da região de Salento para indicar a diversidade da província de Lecce em comparação com o resto da Puglia território.

O Mar Adriático a leste e o Mar Jônico a oeste, que se encontram no mar profundo do Capo di Santa Maria di Leuca e possui algumas das costas mais bonitas do Mediterrâneo, que estendem-se por pelas praias alternando 250 km areia finas e douradas com altas rochas recortadas para fazer você perder o fôlego por sua beleza áspera e arcaica.

O território de Salento é uma imensa planície verde que se estende até se perder no mar transparente e límpido, com leves relevos montanhosos ao norte nas áreas de Campi Salentina, e que descem levemente para a cidade de Lecce e para o sul, perto de o Cabo di Leuca, onde encontramos o relevo mais alto a 201 metros acima do nível do mar com a Serra dei Cianci.

Gallipoli - Puglia - Itália

O clima de Salento é ameno e temperado , com invernos não muito rigorosos e verões quentes e ensolarados que tornam qualquer época do ano adequada para visitar esta maravilhosa terra.

A província de Lecce compreende actualmente 97 municípios e 39 cidades, num imenso território rodeado de vegetação e ainda marcado em algumas zonas pela impermeabilidade, onde crescem vigorosamente as oliveiras e as vinhas, orgulho do Salento, onde encontramos encantadoras árvores de citrinos, pinhais profundos e frondosos junto ao mar, belas baías naturais, pereiras espinhosas, os antigos palheiros de pedra ainda preservados no campo e os antigos muros de pedra seca que ladeiam as estradas rurais e atravessam as terras secas do sol que podemos aventurar-nos a viajar para descobrir sempre novos vislumbres de paisagens intemporais.

Particulares do Salento são também as casas brancas e ensolaradas das pequenas cidades que contam, apenas com a sua presença, um mundo onde o tempo parece ter parado, onde tudo é genuíno, natural e cheio de saberes e tradições ainda presentes e orgulhosamente persistindo nestes lugares.

No Salento tudo é caloroso e amigável como as pessoas nascidas nestes lugares, que acolhem o visitante envolvendo-o na atmosfera mágica dos lugares e ritos de Salento, fazendo-o reviver o antigo rito das festas da cidade, festas patronais e contar histórias antigas magias que nos lembram os tempos distantes do tarantismo.

Muitos países, todos diferentes uns dos outros por costumes e cadências dialetais, que na área da  Grécia Salentina até se tornaram uma língua separada com o Grico, unidos no entanto para formar um único organismo vital e pulsante, composto por muitas pequenas identidades que representam sua riqueza moral e cultural.

O que fazer em Salento

A região de Salento é repleta de cidades, vilas, praias e grutas. Por isso, para conhecer tudo com calma o ideal é ficar entre 5 e 7 dias na região.

A melhor forma de explorar Salento e arredores  é escolhendo uma cidade como base  e daí visitar as outras cidades vizinhas. Neste sentido, a cidade de Lecce é uma das melhores opções de base para conhecer a região.

1. Lecce

Conhecida como a  “Florença do Sul”, Lecce é uma das principais cidades de Salento. Além do seu mar de águas cristalinas, Lecce também é repleta de museus incríveis.

Ao todo são 12 museus espalhados pela cidade e a maioria deles são museus arqueológicos que guardam objetos encontrados em escavações ou tirados do fundo do mar.

Além disso, a cidade é repleta de igrejas em estilo barroco e tem direito até a um fenomenal anfiteatro romano, localizado no centro.

2. Gallipoli

 Gallipoli é a cidade de Salento que mais tem ligação com a Grécia Antiga. Esta herança pode ser vista principalmente pela arquitetura da cidade que, com suas casinhas brancas e o  mar azul-turquesa, te fazem sentir como se você estivesse em uma ilha grega.

Além das belezas naturais, Gallipoli é recheada de muita história, igrejas, museus e maravilhosas vinícolas para desfrutar do vinho de Salento, um dos mais saborosos da Itália.

3. Otranto

Além de banhada por um  mar azul-turquesa de impressionar qualquer um , a cidade conta  com antigas muralhas e castelos que nos levam em uma viagem ao passado.

Otranto,  é considerada uma das vilas mais lindas do Salento e fica localizada no ponto mais oriental da Itália. Com suas  muralhas e  fortalezas imponentes, a cidade era, e ainda é,  uma ponte entre o Oriente e o Ocidente.

A cidade já foi habitada por gregos, romanos, espanhóis, normandos e vários outros povos. Isto fez de Otranto um lugar cuja mistura de tradições seja a sua principal característica. Além disso, vilas históricas, praias paradisíacas e o melhor da comida da Puglia se reúnem na cidade tornando-a uma das mais belas da Itália.

Otranto - Puglia - Itália

4. Castelo de Otranto

O castelo de Otranto, localizado na cidade de mesmo nome, foi construído pelos espanhóis com o objetivo de defender a cidade da invasão turca.

Hoje em dia o castelo é um dos principais pontos turísticos da cidade e uma parada obrigatória para quem visita a região.

 5. Cava di bauxite

A cava di bauxite é o que resta de uma antiga mineradora em desuso e se caracteriza por um pequeno lago de coloração esmeralda. Ela fica localizada em Punta Palascia e del suo faro, a poucos minutos de Otranto.

6. Marina di Pescoluse

A Marina di Pescoluse é considerada uma das praias mais bonitas e famosas de Salento. Devido a sua areia branca e as suas águas de cor azul turquesa, ela é apelidada de “As Maldivas de Salento”.

Salento - Puglia - Itália
Paride81, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

7. Baia dei Turchi

Baia dei Turchi significa baía dos Turcos e tem esse nome porque foi nesta praia que o exército Turco desembarcou durante a invasão à região em 1480.

Além do seu valor histórico, a praia tem águas calmas e cristalinas e areia branquinha.

 8. Torre dell’Orso

A baía da torre do Urso é uma bela praia caracterizada por dois rochedos conhecidos como “due sorelle”.

A baía com águas cristalinas é banhada pelo mar adriático.

Salento - Puglia - Itália
Kayman2016, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

9. Punta Prosciutto

Punta Prosciutto  é outra das praias mais famosas e bonitas da região. Conhecida como Palude del Conte, ela  é caracterizada por  um longo trecho de cerca de 4 quilômetros.

Com dunas de areias brancas que se encontram com as  águas azuis do mar Jônico, esta praia é uma das mais bonitas da Puglia.

10. Grotta della Zinzulusa

A Grotta della Zinzulusa é um sistema de cavernas onde se formam o total de 3 cavernas com estalactites impressionantes.

Logo na 3 caverna você encontra um incrível lago de coloração esmeralda que você pode ter acesso ou de barco ou através de uma escadinha esculpida nas falésias.

Salento - Puglia - Itália
Shaw at Italian Wikipedia, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Quando visitar

Ao contrário de algumas regiões de praia da Itália, a região de Salento pode ser visitada a qualquer época do ano.

Afinal, o clima ameno do inverno e do outono permite que você possa aproveitar as belas vilas da cidade e degustar os deliciosos vinhos da região.

Contudo, se você pretende tomar banho de mar e pegar uma praia o ideal é ir entre os meses de junho e Setembro (verão)

Julho e Agosto são os meses mais quentes e por ser a alta temporada, as cidades e as praias ficam repletas de turistas e os preços vão lá nas alturas.

Assim, para fugir de multidões, mas ainda pegar um tempo ensolarado, prefira viajar nos meses de Maio, Junho e Setembro.

O que comer em Salento: 5 pratos típicos que você precisa provar!

Quando falamos de Itália, com toda a certeza o que mais nos vem à mente são as comidas deliciosas da região.

Assim, toda ida ao país inclui uma deliciosa viagem à culinária local.

Na Puglia  não poderia ser diferente. A região é repleta de pratos com sabores diferentes e misturas de ingredientes que dão água na boca.

Confira alguns pratos para experimentar na região.

 1.Pettole ou Pittule

O Pettole ou Pittule é um bolinho feito de farinha, água e fermento e é servido frito.  O recheio pode levar os mais variados tipos de legumes como abobrinha, etc, além de azeitonas, alcaparras etc.

Pizzi Leccese
Foto: Cookidoo.pt

2.Pizzi Leccese

O Pizzi Leccese é um pão assado feito com os mais variados ingredientes. Geralmente, a massa leva tomate, cebola, azeitonas etc. Dependendo da cidade onde você experimentar os condimentos podem mudar.

Um dos ingredientes principais da massa é o azeite de oliva que faz o pão derreter na boca.

3.Ciceri e Tria

Delicioso prato feito com grão de bico e macarrão de sêmola de trigo duro. O que torna este prato especial e ainda mais saboroso é que o macarrão vem tanto cozido quanto frito, tudo junto e misturado ao grão de bico, cebola, alho e azeite.

4.Pettole all´acqua

Este prato é um caldo que mistura legumes, ervilha amarela e uma massa preparada com menta, que dá uma sensação refrescante ao prato.

O caldo também é feito com queijo de ovelha, pimenta, água, farinha e ovo.

Sem dúvida, um prato bem diferente do que estamos acostumados a comer né?

Comidas típicas da Puglia
Foto: Frédérique Voisin-Demery – FlickR

5. Pasticciotto

O Pasticciotto é um delicioso doce típico do Salento e você vai encontrá-lo em praticamente todas as confeitarias da região.

A massa dele é bem parecida com a massa de algumas tortas brasileiras, mas o recheio leva creme de confeiteiro.

Uma delícia que você precisa provar.

Como chegar

Você pode chegar até o Salento de várias formas e o trem é uma delas. As estações de Freccia Bianca ou Argento ligam as cidades de Roma, Milão e Bolonha a cidade de Lecce.

Você também pode chegar à região de avião. O aeroporto de Brindsi fica a 40 km de Lecce e é de onde tem ônibus que te levam ao centro da cidade. Mas há também o aeroporto de Bari que não é tão distante.

Sem dúvida, a melhor maneira de chegar à região é de carro ou de transfer. Para isso basta pegar a estrada A16 Napoli-Canosa-Bari e de Bari pegar a estrada Brindisi-Lecce.

Alugar um carro na Puglia é uma boa opção, mas apesar de te dar mobilidade, pode te ocasionar uma série de problemas. Um dos principais problemas é encontrar vaga para estacionar. Se você for no verão então será muito difícil encontrar uma vaguinha que seja. Ou seja, é garantia de estresse!

Sendo assim, a melhor forma de explorar a região é contratando um transfer com motorista. Assim, você irá aproveitar a viagem de forma mais tranquila e prazerosa, sem se preocupar com vaga de estacionamento etc.

Salento - Puglia - Itália

Dicas para aproveitar a viagem a Salento

Uma ótima  dica para você explorar a região de Salento assim como a Puglia em geral é contratar um guia em português. Afinal, os guias de turismo conhecem muito bem toda Puglia  e podem te proporcionar experiências únicas na região. Além disso, o  guia de turismo sabe tudo sobre a história das principais cidades e sem dúvida você irá aprender muito em cada passeio.

Outra dica para quem é apaixonado pela culinária Italiana é contratar um tour gastronômico onde você irá provar os principais pratos nos melhores restaurantes de toda a Puglia. Prepare-se para comer a melhor comida da sua vida !!

E se você quer curtir o mar e ver belas paisagens, claro, você aproveita muito mais fazendo passeios de barco, e nós temos alguns para você na Puglia, veja aqui.

Nós oferecemos serviços de transporte com motorista, guia em português e os melhores tours gastronômicos pela região!

Tudo para que a sua viagem seja ainda mais inesquecível e especial. Conheça nossos serviços e viva o melhor da Itália!

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

1 comentário em “O que é e onde fica o Salento?”

  1. Pingback: A culinária e os pratos típicos da Puglia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.