Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Ilha de Madalena: um paraíso a céu aberto na Sardenha

Se você aprecia lugares paradisíacos e praias cinematográficas, algumas ainda secretas, não pode deixar de conhecer o arquipélago e a Ilha de Madalena, com suas atrações de perder o fôlego!

Você já imaginou que passeio sensacional, onde você vai de uma ilha para outra, ora a pé, ora em gostosas caminhadas, até desembocar em uma praia quase deserta, repleta de sol?

E lá chegando, passear por um paraíso ao céu aberto, com tudo que você só viu em sonhos, com grutas incríveis para explorar, praias com areias branquinhas a perder de vista, um mar com águas cristalinas, em tons de verde azulado, como os mares de Caribe?

A Ilha de Madalena é um paraíso a céu aberto para divertir-se de dia, com restaurantes, bares e cafés para você curtir à noite.

 Vem comigo fazer uma viagem virtual pela Ilha de Madalena!

Como é o Arquipélago de Maddalena

O Arquipélago de Maddalena fica na Costa Esmeralda, entre Sardenha e Córsega, na província de Sassari, que remonta ao século XIII. Tem 49 Km² de área, com mais de 11 mil habitantes e tem como homônimo a Ilha Maddalena.

Em 1994 foi nomeado como Parque Nacional, destinado a preservar a fauna e a flora local, pois ali habitam várias espécies raras. É um dos locais preferidos para fazer turismo ou mergulho, devido à sua natureza belíssima, praias, enseadas e mar com águas cristalinas cor de esmeralda.

 

O arquipélago é composto por sete ilhas: Caprera, Santo Stefano, Spargi, Budelli, Santa Maria, Razzoli e Maddalena, a principal ilha do arquipélago, que fica próxima da Córsega (França) e ao norte de Sardenha.

É possível ir de carro somente a duas ilhas do arquipélago: Caprera e La Maddalena, a única que possui restaurante, hotéis e outras atividades comerciais. É também onde aporta o ferry, vindo do porto de Palau. Essas duas ilhas são ligadas por uma ponte. Nas outras cinco ilhas só é possível chegar de barco.

Atrações imperdíveis no Arquipélago La Maddalena

 1 – Isla de La Maddalena

A Ilha de Maddalena é considerada a cidade mais paradisíaca da Itália e tem cerca de 20 km de extensão. Como a ilha é bem pequena, dá para vê-la todinha em uma volta de carro pela Rota Panorâmica. É como um resort à beira mar, colorido e encantador, onde você chegar com a balsa de Sardenha e que saem as excursões e passeios para outras ilhas.

Nela você encontra cafés, restaurantes, sorveterias e muitas lojas com produtos sugestivos para presente. Não tem monumentos importantes, mas as ruas estreitas e ao longo do porto são deliciosas para se caminhar. É uma cidade bem animada para se divertir à noite, durante a alta temporada.

Nela você encontrará mirantes com visuais paradisíacos, especialmente na altura da praia Cala Francese, que oferece um pôr de sol cinematográfico.

Suas principais atrações são as praias:

  • Spiaggia di Monte di Rena – uma praia imensa e popular, que fica na parte norte da Ilha de La Maddalena. Pode-se chegar até ela por uma estrada panorâmica. Se parar um pouco antes, pode divertir-se em uma praia menos, mas com menor número de pessoas. Possui uma larga faixa com areia grossa, cercada por formações rochosas recobertas por mata. Sua principal característica é uma duna de areia branca, que lhe dá o nome. O mar tem águas cristalinas na cor turquesa. Excelente para famílias com crianças. Não possui infra-estrutura mas tem amplo estacionamento.
  • Spalmatore – praia que fica no golfo com o mesmo nome, junto a outras duas praias mais calmas. É Uma das praias mais frequentadas de La Maddalena por ficar bem perto da cidade. Chama a atenção por suas águas cristalinas de cores marcantes, completando a beleza da paisagem.
  • Cala Lunga – praia pequena que finaliza uma baía, com um complexo hoteleiro nas proximidades. Não fica muito cheia por ser pouco conhecida. Para chegar até ela é só seguir pela estrada cênica quando acaba a baía de Spalmatore.
  • Cala Francese – É uma das praias mais atraentes, e famosas, com rochas de granito rosa imersas no mar azul. Fica lotada aos finais de semana, principalmente no verão.
  • Cala Carlotto – um lugar bem pedregoso onde fica a capela de Madonneta, com algumas enseadas selvagens e pequenas, mas possui água cristalina, lindas falésias e uma doca, de onde se pode mergulhar
  • Bassa Trinita – uma das praias mais lindas de La Madallena, devido à areia branquíssima e mar com água azul turquesa. Possui três enseadas belíssimas e fica super lotada nos meses de julho e agosto, que é o pico do verão.
  • Spiaggia di Tegge – um lugar com pedras na água, realmente encantador. É bem estruturada e pode-se ir de carro.
  • Spiaggia del Cardelino – uma praia lindíssima e tranquila, formada por extensões de areia interrompidas por grandes pedras, que desce suavemente até o mar, sem ondas devido às rochas, o que é muito o bom para as crianças.
  • Praia do Polvo – praia deslumbrante, com rochas enormes em meio a águas rasas na cor turquesa.
  • Testa Del Polpo ou Capocchia du Purpu (Cabeça de Polvo) – Fica no extremo oeste, na Isola Giardinelli e você pode chegar a ela a pé ou de carro. Possui areia fina e branca, com um mar de água cristalina que mais parece uma piscina natural.
  • La Strangolato – A água é clara como de uma piscina, em tom azul turquesa, onde se espalham rochas lindíssimas.

Outras atrações de Ilha Maddalena:

  • Museu Diocesano – Fica no centro histórico da ilha, próximo à igreja de Santa Maria Madalena. Nele pode-se apreciar estátuas de madeira cromadade1.600, gravuras, esculturas e documentos originais em uma rica secção de iconografia dedicada a Santa Madalena, um altar montado com castiçais e crucifixo de prata em estilo neoclássico e uma coleção de joias, chamadas de “Tesouro de SM Mgdalen”.
  • Praça Garibaldi – Entre escadas e becos do centro histórico de La Maddalena, encontra-se a Piazza Garibaldi, com bares, restaurantes e lojas que divertem os turistas, especialmente no verão, quando tudo fica mais animado e a vida social se agita.
  • Casa-museu de Garibaldi – Pode-se ver os quartos e a cozinha com mobília original, apetrechos e peças de artilharia que foram de Garibaldi e objetos de seu uso pessoal e da família, dentre outros. Na entrada há muitas bandeiras e fora da casa existe um monumento em forma de busto, em sua homenagem.
  • La Fortalezza di Monte Altura – A Bateria de Monte Altura fica em uma posição panorâmica ao noroeste de Palau. É acessível por uma estrada que leva a Porto Rafael e, lá do alto, se tem uma vista incrível pelas ilhas vizinhas, que chega até a Córsega. Está bem conservada e é palco de concertos e ventos durante o verão. Recebe visitas guiadas.
  • Museu Nino Lamboglia – Dedicado à arqueologia subaquática, o museu foi inaugurado em 1982 e tem em seu acervo amostras de naufrágios recuperados nas águas do arquipélago e artefatos de um navio romano que teria naufragado em 1982.
  • Porto Rafael – é um porto que se transformou em um famoso centro turístico, rodeado por praias limpas e lindas, considerado uma pérola de Maddalena. Trata-se de um pequeno assentamento turístico fundado nos 60 por Rafael Neville de Berlanga del Duero, um conde espanhol. Chama a atenção por suas casas brancas cercadas por jardins com flores coloridas. É frequentado por personalidades e artistas famosos.
  • Igreja de Santa Maria Madallena – Fica na praça de mesmo nome próximo do Palazzo Comunale e de Cala Gavetta. Representa a unidade espiritual da comunidade do entorno e é dedicada a Santa Madalena.

2 – Ilha de Caprera

É a única ilha que dá para ir de carro, porque é ligada à ilha La Maddalena por uma ponte simples e extensa. Nela você encontrará praias selvagens, mas preservadas e lindas, dentre elas:

  • Cala Coticcio – A praia Cala Coticcio, considerada uma das praias mais lindas da Itália, fica ao lesta da ilha, com uma linda enseada. A praia é tão bonita que foi apelidada de Taiti. Para chegar até ela você segue de carro até um ponto determinado, e depois tem que percorrer uma trilha de 30 a 40 minutos a pé.
  • Cala Napoletana -Você tem acesso a essa praia após caminhar 3Km do estacionamento. É uma praia muito famosa, onde param muitos barcos.
  • Caprarese – A praia fica a 20 minutos de caminhada da praia Napoletana. Situada na foz de um rio, tem paisagem muito agradável e água cristalina.
  • Garibaldi – A praia tem estacionamento na frente e tem passagem para Cala Serena, uma praia incrível.
  • Cala Serena – A praia fica a 15 minutos de caminhada da praia Garibaldi e é excelente para mergulhar ou simplesmente relaxar ante à sua beleza natural.
  • Cala Brigantina – A encantadora enseada é rodeada por uma natureza exuberante. O caminho tem que ser feito a pé, é um tanto acidentado e começa ao lado da Batteria Poggio Rasu.
  • Cala Portese – uma praia ideal para famílias, com águas bem rasas.
  • Splaggia Due Mare – uma praia familiar, com águas rasas e calmas.
  • Spaggia del Relito – uma praia bem popular devido ao naufrágio que se encontra por lá.
  • Museu Garibaldi – casa do herói italiano Garibaldi decidiu se estabelecer após se aponsentar, onde viveu até sua morte, quando foi transformada em museu. Nele você pode conhecer seu uniforme e outros pertences.
  • Memorial Giuseppe Garibaldi – fica no antigo forte de Arbuticci e apresenta filmes e terminais interativos sobre a vida e conquistas militares de Garibaldi. Tem uma vista maravilhosa da ilha de Caprera.
  • Batteria Poggio Rasu Superiore – antigo forte militar com vista privilegiada de 360º sobre a ilha.
  • Torre Teialone – com 212 metros de altura, é o ponto mais alto da ilha, com uma vista surreal.

3 – Isola di Spargi

Você só chega de barco. É uma ilha desabitada, onde ficam as praias mais belas de Maddalena, que oferecem um mar calmo, com tons que mudam do azul ao verde esmeralda, o que por si já um espetáculo incrível. Dentre elas destacamos:

  • Cala Granara – praia belíssima, com mar calmo de um azul impressionante, onde não mora ninguém, sem qualquer tipo de estrutura.
  • Cala Corsara – A baía paradisíaca leva esse nome por ter sido uma antiga cova de piratas. Surpreende pela magia do lugar, em meio à natureza selvagem, com a beleza do contraste entre o verde da vegetação e os tons do mar, que vão do turquesa à esmeralda.
  • Cala Soraya – uma pequena praia de areia branca, que dá acesso a um mar com águas quentes, na cor turquesa transparente.

4 – Ilha Santa Maria

Essa ilha é menor, desabitada, e só tem uma atração:

  • Santa Maria – Piscina natural que leva o mesmo nome da ilha e é sempre repleta de visitantes por ser parada de grandes barcos de passeio. Suas águas são transparentes, ótimas para nadar, mergulhar ou fazer snorkel.

5 – Ràzzoli

É uma ilha desabitada e sem praia. Há somente uma região que serve de parada para admirar e relaxar.

  • Passo degli Asinelli – uma região com uma piscina natural imensa, que fica entre Ràzzoli e Santa Maria.

6 – Budelli

É uma ilha desabitada, com praias quase secretas, onde você só chega de barco.

  • Spiaggia Rosa – uma praia completamente rosa, devido à espécie de pequenos animais que habitaram a ilha ao longo de milhares de anos, cujos esqueletos na cor rosa coloriram a areia da praia. Já foi uma praia pública, mas devido a roubos de areia, teve seu acesso proibido.
  • Spiaggia del Cavaliere – fica na parte norte da ilha e oferece um espetáculo incrível de uma piscina natural com água cristalina e areia fina e branca.

Desde onde é possível visitar a Ilha de Madalena

1 – É possível chegar ao arquipélago La Maddalena saindo de Ólbia: de carro, de ônibus, de bicicleta ou a pé.

2 – Para chegar à Ilha de Madalena, somente de ferry, saindo de Palau ou de barco, de Porto Cervo ou Santa Teresa di Gallura.

Distância

De Ólbia para LaMaddalena – 46,1 Km.

Como ir de Ólbia para La Maddalena

  • – Carro – de 1h20 a 1h40, dependendo da via de acesso que escolher.
  • – Ônibus – de 1h46 a 2h11, dependendo da via de acesso feita pela viação.
  • – Bicicleta – de 2h43 a 3h48, dependendo da via de aceso que escolher.
  • – A pé – 9h20 a 9h10 dependendo da via escolhida.

Conclusão:

Além das enseadas com suas praias divinas, tem muitas coisas lindas para ver na Ilha de Madalena, não é mesmo?

Se você vai viajar para a Itália, bora lá colocar em seu roteiro o Arquipélago de Madalena e essa ilha paradisíaca que leva o mesmo nome.

Não se esqueça de reservar um tour de barco para a ilha de Madalena, clicando AQUI. É uma forma divertida e rápida de ver um novo ângulo das ilhas paradisíacas do local.

Partiu Ilha de Madalena!

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.