Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Roteiro de 1 dia em Bari: o que fazer na cidade italiana?

Bari é a capital da Puglia e apresenta um importante porto para tráfego internacional. Entre belezas naturais e construções icônicas desde a cidade velha, conheça os principais pontos para visitar em 1 dia na cidade italiana

Com mais de 320 mil habitantes, Bari é a capital da Puglia, na Itália. Você, com certeza, já deve ter visto algo da cidade por suas imagens apaixonantes, formadas a partir do encontro da cidade com o mar. As casas históricas nos rochedos formam um cenário paradisíaco.

O porto de Bari é um dos principais portos italianos para o tráfego internacional, e daí também deriva a fama da cidade, pelos cruzeiros que a abarcam.

Bari, assim como capital da província, é também a porta de turismo da região. Muito elegante, ela apresenta um centro histórico lindíssimo, com a Basilica di San Nicola despontando em seu coração. Enquanto isso, o bairro de Murattiano apresenta a orla mais longa da Itália, ótimo para um passeio a pé.

Chamada Bari Vecchia, a “cidade antiga” nasceu justamente a partir do porto, ganhando uma importância comercial no Mediterrâneo. Logo, esse ponto se tornou um centro administrativo e religioso significativo para a região.

Também por isso, pela sua localização estratégica, Bari ainda é vista como um ponto de trocas entre o ocidente e o oriente. Essa ligação é vista em diversos pontos da cidade.

Em sua fundação, Bari era somente isso: um centro comercial. No entanto, em 847, ela se torna capital regional, recebe o governador bizantino em uma visita oficial, e a cidade começa a tomar forma. Sob domínio dos normandos, em 1071, Bari assume o posto de centro naval, com balsas que fazem a travessia Croácia – Grécia.

Hoje, a encantadora cidade é o local mais animado da Puglia. Entre construções religiosas, edifícios encantadores, lindas paisagens e mais, vamos conhecer um pouco mais sobre a sua história?

Via Sparano

 

Por trás de Bari: conheça a história da cidade italiana

Vestígios encontrados na região onde hoje está a piazza di San Pietro apontam para primeiras fundações levantadas há cerca de 4 mil anos. Já alguns achados de fragmentos de cerâmica e outras estruturas que faziam parte de assentamentos datam do século 15.

Depois da colonização grega, a cidade foi conquistada pelos romanos, que lhe deram um título que permitia a constituição das próprias leis e instituições, ainda que fosse diretamente dependente de Roma. Além disso, ela ganhou fundamental importância com o seu porto e por sua serventia estradal na Puglia.

Com a queda do Império Romano do Ocidente, em 476, a cidade foi invadida por bárbaros e ocupada pelos ostrogodos. Depois destes, é dominada pelas tropas do Império Bizantino, e controlada por séculos pelos longobardos.

Com essas frequentes invasões e dominações, a história da Bari vai se moldando. Em 846, ela esteve nas mãos dos sarracenos, como capital de um pequeno estado muçulmano independente, com até uma mesquita principal. Já imaginou? Nesses tempos, a cidade foi construída a partir de obras e palácios característicos do islamismo, que ainda podemos ver na região.

Então, tomada pelo imperador Luís II em 871, Bari retorna aos bizantinos, tornando-se o maior centro político, militar e comercial do Império Bizantino. Nesse momento, a cidade se torna a mais importante da região por causa de seu porto.

Nos séculos seguintes, assim também se faz a história de Bari, entre invasões, novas dominações e controles. Assim, a sua trajetória vai se compondo, até a unificação do Reino da Itália, que assume uma administração mais consistente, e mais próxima do que hoje nós conhecemos como a cidade portuária de Bari, capital da província de Puglia (ou Apúlia, em português).

O que fazer em Bari por 1 dia?

A Itália é um país apaixonante, com comunas apaixonantes de ponta a ponta. Entre elas, Bari é uma cidade que pode roubar seu coração. Formada por mil cores, das suas casinhas encantadoras à beira-mar, ela está situada no litoral oriental da Puglia.

Com mais de 300 mil habitantes, é a nona cidade mais populosa de toda a Itália (o que pode parecer pouco para nós, brasileiros). Conhecida por ser a cidade natal de San Nicola, padroeiro da cidade, e por sua tradição histórica mercantil, Bari é uma das maiores potências do Mar Adriático, contribuindo para a riqueza da região.

No entanto, errado está quem acredita que Bari é somente o comércio. Recheada de pontos históricos, belezas artísticas, castelos, igrejas e museus, a cidade precisa ser uma meta daqueles que amam o sol, o mar e a cultura.

A capital da Puglia é um ponto de encontro para as principais paixões italianas. Como uma cidade que se faz em volta de seu porto, é bem fácil visitá-la a pé, em uma longa caminhada por seus principais pontos turísticos. Prepare o seu Google Maps e anote as dicas abaixo, porque preparamos um roteiro incrível para que você possa rodar Bari em apenas 1 dia. Preparados?

1.   Corso Cavour

Vamos partir da Estação Central de Bari. Assim que chegar na cidade, um dos pontos mais queridinhos entre os locais, e que oferece o café-da-manhã mais local possível, é o Avamposto, para te garantir a energia matinal.

De lá (ou de qualquer local nas proximidades), podemos seguir para a via Prospero Petroni, até encontrarmos a Corso Cavour. Esta é uma das ruas mais importantes da cidade. Por quê? Nela estão os principais comércios da cidade, mas também diversas belezas arquitetônicas, principalmente aquelas no estilo Liberty.

2.   Palazzo dell’Acquedotto, Porto Vecchio e Teatro Margherita

Já que falamos do estilo Liberty, o Palazzo dell’Acquedotto é um exemplo perfeito para ilustrar. Projetado por Cesare Brunetti, no ano de 1924, ele foi construído no modelo entre Roma e Puglia, homenageando a cidade e também edifícios como a Basílica di San Nicola.

Em seu interior, vocês podem encontrar uma série de decorações que remetem à água (para celebrar o porto de Bari), bem como afrescos, jogos e mais. Hoje, o palácio é a sede do órgão que administra os recursos hídricos de toda a cidade.

Também nessa região você encontra o Teatro Petruzzelli, um dos grandes símbolos de Bari. Inaugurado em 1903, ele foi destruído em um incêndio em 1991. Após uma série de reformas e reconstruções, ele abriu as portas novamente em 2009.

A partir do teatro, logo você encontra o Porto Velho da cidade, que pode render fotos maravilhosas em Bari.

Bari - Puglia - Itália

3.   Piazza del Ferrarese

Como dissemos, é possível visitar diversos pontos de Bari a partir do centro. Perto do Teatro, você encontra a Piazza del Ferrarese. Nela, está uma das portas medievais de acesso à cidade, chamada Porta di Mare. Imponente e encantadora, vale a visita para conhecer essa peça arquitetônica incomparável.

 

4.   Basílica di San Nicola, Cattedrale di San Sabino e mais

A partir da Porta di Mare, você pode seguir pela Strada Palazzo di Città, que te levará diretamente para a Basílica di San Nicola. Erguida entre 1087 e 1097, a igreja deveria receber os restos mortais de San Nicola.

A sua fachada, apesar de ser simples do ponto de vista artístico, é também majestosa graças aos seus dois campanários. Seu interior possui um teto esculpido e dourado, realmente impressionante se visto de perto.

Depois dessa visita, seguindo pela via Ruggero, cortando pela Strada Nuccia di Sera, está a Cattedrale di San Sabino. Construída sobre as ruínas de um templo antigo, a catedral foi projetada em 1156, logo depois de Bari ter sido destruída por Guglielo il Malo.

Entre os vários pontos de interesse desse prédio, está a sua parte subterrânea como destaque, chamada “succorpo”. Esse tour relembra quatro momentos históricos na fundação da Igreja: o cristão primitivo, o romano, o medieval e o moderno.

Logo depois da catedral, está o Museo Civico, que exibe em seu interior diversos achados da Primeira Guerra Mundial, em uma reflexão dos impactos das batalhas em cidades como Bari.

Para finalizar a tarde com chave de ouro, e concluir os pontos históricos das redondezas, siga para a Piazza Federico II di Svevia. Lá, está situado o Castello Normanno Svevo.

Este palácio foi construído por volta de 1100. Como um desejo de Ruggero il Normanno para cumprir um papel de uma fortaleza defensiva, ele passou por uma série de reformas desde então, por conta de invasões, destruições e novos controles. Esse complexo arquitetônico inclui uma fortaleza bizantino-normanda, um pátio renascentista, bem como um santuário de gesso.

5.   E para finalizar o dia?

Depois de conhecer tantos pontos históricos de Bari, em um passeio entre registros históricos e monumentos imponentes, é hora de descansar. A ideia agora é fazer um passeio à beira-mar sem grandes pretensões. Voltar para a Corso Cavour e observar o movimento da noite de Bari é uma excelente ideia, entre bares locais e restaurantes deliciosos. Uma outra opção é sair da Corso Cavour em direção aos Jardins Garibaldi, passeando pela Corso Vittorio Emanuele II. Os locais costumam sair por ali à noite, também.

Mas, então, o que comer em Bari?

Não tem como visitar a Itália sem pensar na gastronomia. E Bari, como uma cidade portuária, claro que oferece o melhor da culinária mediterrânea. A cidade é conhecida justamente pela qualidade de sua matéria-prima. Lá, você encontrará principalmente peixes, moluscos, crustáceos, sempre frescos, servidos com verduras e legumes da estação.

É difícil escolher um prato típico, mas “le orecchiette”, uma pasta fresca particular servida com molho de tomate, é um tiro certo. O arroz barese, com batatas e cozze, também é uma ótima opção – e também mais diferenciada.

Se você quiser ir no mais regional possível, experimente a foccaccia ou calzone barese, recheado com cebola, azeitona, ovo, tomate e polenta frita.

 

De onde visitar a cidade?

A cidade de Bari está localizada a 80km de Taranto, 50km de Altamura e 90km de Monopoli. Abaixo, veja possibilidades para chegar na cidade:

  • De avião: O aeroporto de Bari, chamado Karol Wojtyla, se encontra no bairro Panele, a menos de 10km do centro da cidade.
  • De carro: A principal estrada que serve a cidade é a A14 Bologna-Taranto, que envolve a Tangenziale di Bari, para chegar na capital da província.
  • De trem: A estação de Bari Centrale é fonte de uma série de ligações diretas entre diversas cidades italianas, principalmente do centro e norte do país.
  • De ônibus: As duas principais companhias que fazem parada em Bari são a FlixBus e MarinoBus, que oferecem opções a partir das principais cidades italianas.

E agora, como visitar?

Te passamos todo o roteiro, mas não sabe por onde começar? Que tal contratar os nossos serviços? Oferecemos transporte com motorista na região, além de possuirmos guias de turismo em português, com diversas opções de tour em Bari, e também por toda a região da Puglia. Entre em contato e saiba mais.

Andar sem rumo

Personagens ilustres de Bari

Para terminar nosso conhecimento da cidade, vamos revisitar seus personagens ilustres? Bari já produziu uma série de talentos, entre cantores, atores, políticos e mais. Vamos conhecer alguns deles abaixo:

Anna Oxa

Anna Oxa, cujo nome verdadeiro é Anna Hoxha, nasceu a 28 de Abril de 1961 em Bari, filha de uma dona de casa italiana e de um refugiado albanês, neto de Enver Hoxha. Criada no distrito de San Pasquale, estreou no Festival de Sanremo aos dezesseis anos e meio, a pedido de Ivano Fossati, com a canção “Un’Emozione da Poco”. Primeiro na categoria “Intérpretes”, Anna Oxa é conhecida pelo visual punk, desenvolvido para ela por Ivan Cattaneo, e vem em segundo lugar na classificação final.

Gianrico Carofiglio

Gianrico Carofiglio nasceu em 30 de maio de 1961 em Bari, filho do escritor Enza Buono e irmão do futuro ilustrador e escritor Francesco Carofiglio (3 anos mais novo). Em 1986, entrou para o Judiciário: depois de trabalhar em Prato como pretor, tornou-se promotor público em Foggia e, em seguida, mudou-se para a Direção Anti-máfia do Distrito de Bari como procurador-adjunto.

Roscarp, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Ettore Bassi

Ettore Francesco Maria Bassi, mais conhecido como Ettore Bassi, é um ator e apresentador de televisão italiano. Nascido em Bari a 16 de Abril de 1970. Ele passou sua infância com seus pais Paolo Bassi e Serenella e seus dois irmãos Francesco e Lorenzo, em Selva Fasano, na província de Bari. Depois de iniciar os seus estudos na Faculdade de Arquitectura, dedicou-se à sua grande paixão: o cinema e o mundo do entretenimento.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

2 comentários em “Roteiro de 1 dia em Bari: o que fazer na cidade italiana?”

  1. Olá Deyse. Como é esse turismo com transporte e motorista em Português que você oferece? E qual o custo? Poderia me esclarecer por gentileza? Agradeço muito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.