Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

Se você vai fazer uma viagem pela Itália pela primeira vez, saiba que é possível viajar de trem na Itália. Da costa da Toscana a Pompeia, de Roma a Florença, há sempre trens que o levam para o lugar desejado, confortavelmente, com um simples passe ou bilhete de trem.

Opções de companhias de trem na Itália:

A Itália conta com uma rede de trens de alta velocidade muito extensa, que pode levá-lo ao lugar que quiser dentro do País, de forma muita rápida e confortável. Mas fique atento, pois para embarcar em um trem de rápida velocidade você deve fazer reserva de assento antecipada. A maior parte da rede italiana é operada pela Trenitalia, temos também a Italo

Dependendo do local de seu destino e de sua pressa, você pode optar entre um trem regional, um trem InterCity ou um trem de alta velocidade. Eles têm rotas definidas por todo país, incluindo a ilhas de Sardenha e Sicília. 

Bernina Express - Lombardia - Itália
Foto: Pixabay

1 -Trens Regionais

Identificados pelas siglas R ou REF no quadro de horários, os trens regionais obedecem a todas as paradas sinalizadas na linha, salvo raras exceções. É um trem mais econômico, porém mais demorado, além de serem mais velhos e às vezes mais sujos.

A velocidade do trem regional fica entre 90 a 140 km/h, mas pode chegar a 1160km/h quando o trajeto é feito por vagões mais novos ou em percursos mais longos.

O percurso é feito com veículos compostos por 5 a 8 vagões de um ou dois andares nas linhas onde o tráfego é maior. Não é necessário fazer reserva de lugares em trens regionais/

Se você comprou o bilhete pela internet, não há necessidade de validá-lo, mas mantenha o bilhete sempre fácil para ser verificado pelo fiscal quando ele pedir. Se você comprou o bilhete nos guichês ou máquinas de autoatendimento, é necessário validá-lo.

O tempo para você embarcar é de 4 horas. Se você perder o trem, é só embarcar no próximo. Se não fizer isso, terá que pagar uma multa.

2 – Trens Intercity

Os Trens Intercity, na Itália, são indicados pela sigla “IC” e interligam mais de 200 cidades, dentre elas Florença, Veneza, Milão e Roma. Além de mais velozes, esses trens pulam algumas paradas, o que reduz o tempo de percurso. Na alta temporada (entre maio e setembro) é recomendado fazer reservas com antecedência.

3 – Trens de Alta Velocidade

Os trens La Frecce, da Trenitalia, são trens de alta velocidade e muito modernos que ligam as principais cidades italianas. Os trens são confortáveis e oferecem diversas comodidades, dentre elas amplos bagageiros, ar-condicionado, tomadas de energia para ligar equipamentos eletrônicos, e bebidas, se tiver sede. Muitos deles oferecem, ainda, um vagão-restaurante onde você pode fazer uma refeição caprichada enquanto não chega ao seu destino. Eles são distribuídos nas seguintes linhas:

  • Linha Frecciarossa – se movimenta de norte a sul ligando as principais cidades da Itália. Diariamente são 68 ligações de Turim a Salerno, com partidas de hora em hora.
  • Linha Frecci Argento – se movimenta entre o nordeste e o sul da Itália, ligando Roma às principais cidades.
  • Linha Freccia Bianca – se movimenta no nordeste da Itália, ligando Turim e Milão às 87 cidades.
  • Italo – compania privada com trens de alta velocidade.

Reservas – As reservas para os trens de alta velocidade são obrigatórias e devem ser feitas com muita antecedência pois, nos momentos de maior fluxo os lugares se esgotam rapidamente. As reservas podem ser feitas na própria estação pelo serviço de atendimento ou online, pelo site da Trenitalia. Se você comprar online com pelo menos um mês de antecedência, pode ter uma economia de até 50%. Mesmo vale para a Italo.

Experiências Relacionadas
Trem Itália
Foto: Pixabay

Trens noturnos internacionais e domésticos

Na Itália existem, ainda, trens noturnos internacionais e um trem noturno doméstico:

  • Os trens noturnos internacionais ligam a Itália à Áustria, Alemanha e Espanha, em menor tempo e com menos gasto.

 Já os trens noturnos domésticos se movimentam entre o norte e o sul da Itália no período noturno, assim você pode descansar e até dormir durante o trajeto.

Como comprar bilhete

Você pode comprar o seu bilhete de trem online ou na bilheteria. 

Além de obter tarifas melhores, você tem uma variedade maior de assentos disponíveis.

Reservas de lugares

Dependendo do tipo de comboio você pode reservar lugares. Existem sites onde você pode indicar suas preferências de assento.

Diferenças entre bilhete impresso nas máquinas e o bilhete comprado online:

1) Bilhetes comprados na máquina – Ao comprar seus bilhetes de trem nas máquinas, você tem que validar, isto é, timbrar em uma das máquinas fixadas em vários pontos nas paredes da estação. É só inserir o bilhete na máquina, que ela imprimirá um código indicando o dia e a estação de embarque.

2) Bilhetes comprados online – Você pode comprar seus bilhetes pela internet ou pelo aplicativo da empresa. Nos dois casos você recebe seus bilhetes por e-mail e tem as seguintes opções:

  • imprimir 
  • simplesmente baixar o pdf no aparelho celular
  • tirar foto da tela do celular com a imagem do bilhete.
  • usar o aplicativo da Trenitalia e mostrar somene o QRcode

Isso porque o bilhete tem um código QR Code e um código PNR/AZTEC/QRC, que é o que vale na hora de embarcar. 

Trem Itália
Foto: Pixabay

Opções de vagões e assentos

Ao comprar os seus bilhetes, você deve escolher tanto o vagão quanto o assento em que quer viajar. Se não escolher na hora da compra, você pode ficar nos piores vagões e nos assentos mais desprezados.

Quais são os melhores vagões?

Os vagões mais procurados são aqueles que ficam no meio da composição, pois são mais silenciosos. Os vagões mais próximos ao banheiro, restaurante ou trânsito intenso de pessoas são os piores, especialmente se for uma viagem noturna ou mais longa

Quais são os melhores assentos?

Os mais procurados são a aqueles que ficam no meio do vagão, mas você pode escolher o assento de acordo com suas necessidades pessoais.

  • Se o movimento de outras pessoas não incomoda você, escolha um vagão próximo ao restaurante, porque assim, quando der fome, é mais fácil para se locomover.
  • Se você usa muito o banheiro, escolha uma poltrona no corredor. Fica mais cômodo para você e para o parceiro do lado
Trem Milão
Foto: Pixabay

Rotas mais procuradas

1 – Trem de Milão para Florença

A rota mais rápida de trem de Milão a Florença leva 1h58 minutos de percurso. Diariamente 5 trens circulam entre Milão e Florença, saindo em intervalos de 2h46. A rota mais rápida leva 1h58. Os trens começam a sair de Milão às 7h13 e o último sai às 17h12.

  • A reserva do assento é obrigatória;
  • O bilhete deve ser comprado com antecedência de 120 dias da data da viagem.
  • O trem utilizado é o de alta velocidade.
  • Para ter acesso a ele é preciso apresentar o bilhete físico, que se comprado online é enviado por sedex.
  • O trem sai da Estação Milano Centrale e finaliza a viagem na Estação Santa Maria Novella (que é a central).

2– Trem de Roma para Nápoles

O trem leva 1h31 para fazer o percurso de Roma a Nápoles. A rota mais rápida leva penas 1h8. O primeiro trem sai de Roma às 5h58 e o último 21h45. Diariamente circulam nesse trajeto, em média, 33 trens, que saem de Roma a cada 36 minutos.

  • A reserva de assento é obrigatória.
  • O bilhete deve ser comprado com até 120 dias de antecedência da data prevista para a viagem.
  • Nesse trajeto é utilizado o trem Frecciarossa Alta Velocidade.
  • O embarque só pode ser feito mediante apresentação do bilhete físico.
  • O trem sai da Estação Roma Ostiense e tem como ponto final a Estação Napoli Centrale.

3– Trem de Roma para Veneza

O percurso é de aproximadamente 3h53 de Roma a Veneza. A rota mais rápida leva 4h02. O primeiro trem sai de Roma às 6h50 e o último às 22h35. Em média, 19 trens saem de Roma para Veneza, com intervalos de 1h16 entre um e outro.

  • A reserva de assentos é obrigatória e o bilhete deve ser comprado com até 120 dias de antecedência da data da viagem.
  • Nessa rota é utilizado o trem de Alta Velocidade.
  • O bilhete físico deve ser apresentado na hora de embarque.
  • O trem parte da Estação Roma Termini e finaliza a viagem na Estação Venezia Santa Lucia.
Trem Itália
Foto: Pixabay

Conclusão

Viu como é fácil passear de trem na Itália? Observou quantas cidades italianas são ligadas por esses trens e a rapidez com que eles chegam aos seus destinos?

Quando você viajar para Itália, considere essa possibilidade, que é uma maneira bem divertida de economizar e conhecer o país sob outro ângulo.

Você sabia que temos serviço de transfer nos aeroportos e estações de trem de toda Itália? Reserve um serviço de transporte para chegar no seu hotel com conforto e tranquilidade!

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

16 comentários em “O que você precisa saber para viajar de trem na Itália”

  1. Jaqueline Santos

    Oi Denise, estou finalizando meu roteiro de viagem para Itália, serão 32 dias…vamos nos deslocar de trem. Gostei bastante das tuas informações. Será que você consegue me ajudar com uma dúvida, não consegui encontrar horário de funcionamento da Estação Bolonha Central. Sabe se ela funciona 24 horas?

  2. Sergio Mattoso

    Bom dia!
    Gostaria de saber se eu comprar bilhetes de trem via internet e na hora de embarcar eu perder o horário do meu trem, posso embarcar no próximo trem com o mesmo destino? Preciso comunicar alguém? Teria alguma taxa extra? Estou falando de trens que ligam cidades e não regiões. Muito obrigado.

  3. Suzane Carvalho

    Olá Deyse!
    pq as pessoas te chamam de Denise?
    bom, gostei mto das suas dicas e da maneira como escreve, clara e objetiva.
    tem alguma dica de evento, show, festa ou festival em Florença, onde estarei de 14 à 18/05/2024??
    Obrigada!

  4. Alberto Rivelli Filho

    Boa tarde. Sou Alberto Rivelli Filho, brasileiro, neto de italianos, profundo admirador da Italia.
    Já viajei muito pela bela Italia. Gostaria de saber em que região você mais atua . Meu e-mail . Estamos pretendendo realizar uma nova viagem pela Italia, em breve.

  5. Post maravilhoso.. mas fiquei com uma dúvida: nos trens de alta velocidade( Frecciorossa ou Italo) eu posso embarcar em qualquer outro horário no mesmo dia – como os regionais- ou o ticket só vale para aquele horário?

  6. Denise, lindo trabalho…só fiquei com uma dúvida. Os bilhetes comprados pela internet não precisam ser validados?

  7. janaina regis

    Denise, boa tarde! Obrigada por tantas dicas! Estarei na Itália entre junho e julho e quero retornar de Napóles para o Aeroporto de Fiumicino de trem. O que você me aconselha? Estive pesquisando e podemos pegar o trem mais rápido, mas eles mencionam uma troca na viagem. Como acontece essa troca? É como metrô quando trocamos de linha? É fácil e tranquilo nos localizarmos para fazermos essa troca? Obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *