Portal Tour na Itália: turismo, cultura, tours, serviços e experiências!

16 Curiosidades sobre a Ligúria

É impossível falar sobre a Ligúria sem falar do mar. Essa pequena região a noroeste da Itália, tem sua história intimamente ligada ao mar. Foi lá que nasceu o “descobridor” da América, é lá que está localizado o maior porto do país e, graças ao mar, a cidade de Gênova se tornou uma potência marítima e econômica durante o final da Idade Média.

O mar também proporciona um litoral de beleza sem igual, paisagens incríveis, pequenas vilas incrustadas nas colinas, e experiências únicas para quem quer viajar pela região. Vejamos algumas curiosidades sobre a região e locais que não podem faltar no seu roteiro.

Quer saber mais sobre a Ligúria? Veja os outros textos que escrevemos sobre a região.

Algumas informações sobre a Ligúria

A Ligúria está localizada na região noroeste da Itália, tendo como limites as regiões do Piemonte e Emilia-Romagna ao norte, Toscana ao leste, Mar da Ligúria ao sul e a França à oeste.

A Ligúria possui apenas 5.410 km², o que faz dela uma das menores regiões do país. Suas quatro províncias são: Gênova, Impéria, La Spezia e Savona. O clima varia entre subtropical úmido e mediterrânico, com verões quentes e invernos suaves. A maior parte do seu terreno é formado por colinas.

Um pouco da história da Ligúria

O nome da região vem dos antigos Ligures, povo que habitou o local nos séculos anteriores à expansão romana, que absorveu a região por volta do segundo século antes de Cristo. Com o fim do Império Romano, em 476 d.C., a região se tornou alvo de disputa de vários povos, entre eles Francos, Ostrogodos e Lombardos.

A partir do século XI, Gênova desponta como uma república marítima independente, governada pela nobreza local, Graças às rotas comerciais estabelecidas com mercados do Oriente e da Ásia, Gênova se torna uma potência econômica entre os séculos XIII e XVII. A região caiu sob domínio da França em 1768. Em 1815, a Ligúria passou a fazer parte do Reino da Sardenha, e finalmente, passou a integrar o Reino da Itália em 1861.

16 Curiosidades sobre a Ligúria

Gênova - Liguria - Itália

  1. A cidade de Gênova

Capital da Ligúria, e com uma população de aproximadamente 700 mil pessoas, Gênova é uma cidade histórica e de grande importância para a Itália. Durante a Idade Média, Gênova era uma das famosas cidades-Estado que dominavam o norte da Itália (as outras são Florença, Veneza e Milão). Os genoveses eram grandes comerciantes e navegadores, estabelecendo longas rotas comerciais com o Oriente e a Ásia, e negociando diversos produtos como seda, especiarias, pedras preciosas, etc.

A cidade é terra natal de personagens históricos, como os papas Inocêncio IV, Adriano V, Inocêncio VIII, Bento XV, além do famoso navegador Cristóvão Colombo. Sabe quem também é genovês? Guido Mantega, que foi Ministro da Fazenda entre os anos de 2006 e 2015. Nascido em 1949, o economista se mudou para o Brasil com apenas três anos de idade. Outro famoso nascido na região é o badalado arquiteto Renzo Piano. Gênova é também a sede de 2 clubes tradicionais do futebol italiano: o Genoa e a Sampdoria.

Gênova - Liguria - Itália
Casa de Cristóvão Colombo
  1. Terra de Cristóvão Colombo

Este é com certeza o personagem mais famoso oriundo da região. A origem de Colombo é bem controversa, com várias teorias diferentes (algumas dizem que ele era catalão, outras de que era português), mas a maioria dos historiadores que estudaram sua vida acreditam que ele realmente nasceu em Gênova, em 1451.

Desde muito jovem Colombo demonstrou interesse pela navegação. Durante uma estadia em Portugal, Colombo teve contato com inúmeros relatos de grandes viagens, descobertas, desenvolvimento científico e comercial, já que na época os portugueses já eram reconhecidos como uma potência do mar. Todo aquele ambiente acabou influenciando Colombo, que começou a planejar uma grande viagem com o objetivo de encontrar uma nova rota até a Ásia, audaciosamente, seguindo na direção oeste.

Anos depois, Colombo consegue convencer os reis católicos de Castela a financiar seu ambicioso projeto. Ao todo foram quatro viagens feitas, sendo a primeira iniciada em 3 de agosto de 1492, chegando em outubro do mesmo ano nas atuais Ilhas Bahamas.

A casa onde supostamente teria vivido o famoso navegador, localizada perto das antigas muralhas medievais, é um ponto turístico importante da cidade. O edifício atual é uma reconstrução do século XVIII.

Liguria - Itália

  1. Maior porto da Itália

O Porto de Gênova é o maior porto da Itália e um dos maiores da Europa. São mais de 500 hectares de área que se estendem por cerca de 22 quilômetros de litoral, gerando um volume comercial de mais de 50 milhões de toneladas. Só no porto trabalham diretamente mais de 4.000 mil pessoas.

  1. A Lanterna de Gênova

A “lanterna” é na verdade um grande farol, o principal do porto de Gênova e um dos poucos deste tipo ainda em uso na Europa. Construído no século XIV, é um ponto turístico importante e considerado um símbolo do poder que a cidade possuía durante o final da Idade Média.

  1. Cinque Terre

Um dos locais que mais tem atraído o turismo na Itália, Cinque Terre é uma área no litoral da Ligúria que tem se tornado um verdadeiro cartão postal, graças à sua beleza ímpar, com suas famosas casinhas coloridas e penduradas nos penhascos à beira mar. Cinque Terre é, na verdade, como são chamadas as cinco vilas existentes no local: Monterosso al Mare, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore. Um detalhe muito importante: não é possível transitar com veículos dentro dos vilarejos, portanto, quem quiser conhecer esse pedacinho de paraíso tem que estar disposto a uma bela caminhada.

Cinque Terre é considerado um Parque Nacional pelo governo italiano (Parco Nazionale delle Cinque Terre), e desde 1997 é também Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Gênova - Liguria - Itália
Superchilum, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
  1. O maior aquário da Itália

O aquário de Gênova é o maior da Itália, e o segundo maior da Europa. Ao todo são mais de 70 tanques que comportam 15.000 animais de 600 espécies diferentes, vindas do mundo todo.

Liguria - Itália

 

  1. Belas Praias

O terreno acidentado da Ligúria não é muito apropriado para praias, mas, ainda assim, a natureza conseguiu algumas das mais bonitas do país, graças ao contraste entre as águas azuis do mar e as colinas verdes do continente. Vale muito a pena uma visita em Capolungo, Finale Ligure, Varazze e Arenzano, entre outras.

  1. É possível ver baleias no litoral

Ao longo do litoral da Ligúria é possível observar baleias, principalmente as da espécie cachalote. Para quem tem interesse, no verão existem passeios especializados na observação desses animais, partindo de Gênova e Imperia.

Confira aqui os tours que temos na Ligúria

  1. A Língua ligure

O italiano não é a única língua falada na região. O ligure é um idioma do grupo galo-itálico, falado na região desde o século XII. Também chamado de genoves, essa língua também é encontrada em outras regiões da Itália, como Toscana e Piemonte, além de Mônaco e cidades do sul da França. Muitos podem pensar que o ligure é apenas um dialeto do italiano, mas na verdade, é um idioma independente, mais parecido com o francês do que com o italiano.

Polpettone
Gennaro Visciano from Torre del Greco (NA), Italy, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons
  1. Gastronomia saborosa e diversificada

A gastronomia da Ligúria apresenta pratos muito conhecidos com outros que só são encontrados por lá, mas sempre com muito sabor.

  • Pesto: originário da Ligúria, o pesto é um dos molhos mais conhecidos e sabores da Itália. O molho é preparado esmagando todos os ingredientes dentro de um pilão, daí a origem do seu nome (pesto vem do verbo pestare, que em italiano significa esmagar). A receita original leva manjericão fresco, pinhão, azeite extra-virgem, alho e parmesão;
  • Salsa di Noci: esse é outro molho bem popular na Itália. Normalmente é feito com azeite, nozes e pedaços de pão, e geralmente é utilizado com alguma massa;
  • Focaccia: outra criação da cozinha ligure é a Focaccia, uma espécie de pão, achatado e macio, que pode ser recheado com queijo ou coberto com azeitonas e azeite. A focaccia genovesa pode ser saboreada no café da manhã, como aperitivo ou como entrada, antes das refeições;
  • Polpettone: diferente de outros tipos de almôndega, o polpettone da Liguria é vegetariano, feito com vários ingredientes que mudam conforme a estação, tais como batata, feijão, vagem, ovos e outros;
  • Farinata: a Farinata é uma massa fina feita com farinha de grão de bico, água, sal e azeite. Pode ser frita ou cozida, e é utilizada em sanduíches;
  • Cappon Magro: esse também é um prato bem típico e popular da região. É uma espécie de salada que tem como base uma massa dura, na qual vão colocando camadas vegetais, legumes e por cima, frutos do mar como camarão e lagostim;
  • Brandacujun: uma espécie de creme feito com batata e bacalhau;
  • Frisceu: um bolinho de massa que é frito e recheado com ervas e algum peixe (normalmente bacalhau). Muito utilizado como petisco.
Festival de San Remo - Ligúria - Itália
Jose Antonio, Public domain, via Wikimedia Commons
  1. Festival de San Remo

Um dos mais tradicionais e conhecidos festivais de música do mundo (e o maior da Europa) acontece na cidade de San Remo. Esse festival teve início em 1951, e desde então vem ocorrendo anualmente. Vários artistas famosos foram revelados lá, tais como Andrea Bocelli, Eros Ramazzotti e Laura Pausini. Ao longo de sua história, o festival também já contou com artistas brasileiros, como Toquinho e Roberto Carlos, que inclusive venceu a edição de 1968. O festival costuma ser transmitido para vários países, inclusive para o Brasil

  1. Azeitona Taggiasca

Essas azeitonas são produzidas na Província de Impera, e são consideradas por muitos especialistas como as melhores azeitonas do mundo, produzindo um azeite saborosíssimo, que conta com a sua própria certificação de origem e qualidade.

Ligúria - Itália
Richard, enjoy my life!, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
  1. Vinho Sciacchetrà

Vinho do tipo licoroso com certificação DOC (Denominazione di Origine Controllata), muito famoso e apreciado na região. Feito com uvas típicas (bosco, albarola e vermentino), esse vinho só pode ser produzido na província de La Spezia, sobretudo em Cinque Terre.

  1. Criação do jeans

A história desse tecido é bastante curiosa. No século XVI, os marinheiros genoveses utilizavam calças feitas de um tecido muito resistente, que era utilizado inicialmente para produzir velas para os navios. Esse tecido era produzido tanto em Gênova quanto em Nimes, na França, e até hoje ninguém sabe qual das cidades começou a produção. Naquela época os marinheiros genoveses chamavam as calças de “genes”, que com o tempo se transformou em jeans. O termo (e a peça de roupa) só se tornariam popular no final do século XIX, quando o alemão Levi Strauss passou a produzir o tecido nos Estados Unidos.

Infiorata. Leinfioratedispello, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
  1. As festas tradicionais

A Ligúria realiza, ao longo do ano, várias festas típicas. Essas festas são uma grande oportunidade para que os viajantes possam conhecer melhor a cultura do local. As principais festas são:

  • Festa do Peixe: Acontece em Camogli durante a primavera, com uma grande degustação de várias espécies de peixes;
  • Infiorata: uma festa cristã com uma grande procissão. Ocorre no verão nas cidades de Sassello, Impéria, Diano Marina e Pietra Ligure Brugnato Val de Vara;
  • Campeonato Mundial de Fogos de Artifício: Além do Festival de San Remo, a cidade também abriga esse inusitado evento, que ocorre no mês de julho;
  • Festa Medieval: acontece no mês de agosto em Finale Ligure. A festa tem desfiles com pessoas vestidas com roupas da época, comidas, músicas e jogos, sempre reproduzindo o estilo de vida medieval;
  • Confuoco: todo mês de dezembro, em Pietra Ligure, acontece o Confuoco, uma cerimônia com desfile de grupos históricos;
  • Festa de Fúlgari: acontece em Arma de Taggi, em 8 de fevereiro. Essa festa relembra uma lenda que diz que piratas que atacavam a cidade foram expulsos por um fogo que apareceu por milagre.
Gênova - Liguria - Itália
Sailko, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons
  1. Os Palazzi dei Rolli

Os Palazzi dei rolli são uma série de palácios espalhados pela cidade de Gênova, pertencentes às antigas famílias nobres que nela residiam. São ao todo 42 palácios, ligados pelas Strade Nuove, um conjunto de vias no centro histórico da cidade. Os palácios são considerados Patrimônio Mundial pela UNESCO, em 2006.

Gostou do texto? Espero que ele tenha despertado em você a vontade de conhecer esse lugar mágico. Se quiser saber mais sobre a Ligúria, confira os outros textos que escrevemos sobre a região, e se estiver pensando em viajar para lá, não deixe de conhecer os tours que temos sobre a Ligúria.

Sobre Deyse RibeiroSou Deyse Ribeiro, nasci em Minas Gerais, e vivo na Itália há 14 anos. Sou especialista em turismo na Itália, onde adquiri experiência atuando desde 2011 como guia de turismo, criadora de conteúdo sobre turismo e empresária no ramo. Abri minha primeira empresa em 2017, e ofereço serviços, tours, transfers e experiências únicas na Itália, através do Portal TourNaItália.com - uma boutique de experiências diferente de tudo o que você já viu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.